sábado, 29 de fevereiro de 2020

Como pôr os mais pobres a pagar mais impostos?

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/a-atraccao-pelo-abismo-e-as-arvores.html

Ainda na sequência do post acima onde foram mencionados castanheiros e outras árvores de provecta idade é importante recordar que hoje é o último dia de um concurso para selecionar uma árvore Europeia, sendo que o candidato Português é um castanheiro que alegadamente terá mil anos, logo mais antigo por isso do que a famosa batalha de Hastings que mudou a Europa https://www.treeoftheyear.org/Stromy/Kastan-z-Valesu

Quantas pessoas é quem em Portugal já ouviram falar do referido castanheiro ? Ninguém sabe, mas são por certo muito menos do que aquelas que já ouviram falar do Ronaldo, dos filhos do Ronaldo, da mãe do Ronaldo, das irmãs do Ronaldo ou das que ouviram falar do Cro-magnon ou de um individuo de nome Mustafá, que aparecem na imagem abaixo.

De quem é a culpa ? Garantidamente de todos aqueles que por acção e omissão andaram a promover o tal "instrumento de alienação e deseducação" (Jorge Miranda dixit). São os mesmos a quem interessa manter um povo no embrutecimento e principalmente na miséria como acusa hoje no Expresso, o Luís Aguiar-Conraria da Universidade do Minho, em artigo intitulado "Como pôr os mais pobres a pagar mais impostos?"


Choro, ranger de dentes e enriquecimento ilícito




Ontem houve por certo choro e ranger de dentes nalgumas lojas maçónicas por conta de muitos deputados terem chumbado as propostas de do PS, para levar para o Tribunal Constitucional dois maçons, sendo um deles o conhecido Vitalino Canas. 

Quem também não ficou nada contente foi esta sonsa  que diz agora sem qualquer vergonha que os deputados, estão a "bloquear o normal funcionamento das instituições democráticas”. Ou seja o que é normal naquela cabecinha era que se continuasse a fazer o que sempre se fez, esquecendo que foi por conta desse Normal que milhares de Portugueses decidiram enviar o Ventura para  Assembleia da República

Mas pelos vistos a sonsa não percebeu a mensagem e talvez só a perceba quando houver meia dúzia de Venturas no Parlamento e algum deles inspirado nos dotes literários do Chefe se lembre de dizer que a violência doméstica é apenas conversa politicamente correcta um pouco à semelhança do que diz o Vox no país vizinho
https://www.heraldo.es/noticias/nacional/2019/11/23/vox-carga-contra-ley-de-violencia-genero-confronta-hombres-mujeres-1345500.html  nesse dia as mulheres deste país podem ir pedir contas, não ao partido do Ventura, mas antes à sonsa que em devido tempo não percebeu o que era suposto ter percebido !

P.S1 - O Tribunal Constitucional é aquele tribunal que passa a vida a chumbar as propostas para criminalização do enriquecimento ilícito, porque alegam os juízes escolhidos a dedo pela Assembleia da República, elas não são constitucionais ! Ironicamente porém a corrupção, o empobrecimento dos Portugueses e o crescimento da extrema-direita são Constitucionais ! Já outros países Europeus têm por lá Tribunais Constitucionais que tocam outra música: 
“The Constitutional Court held that, when implementing the criminal policy pursued by the state, the legislature has declared illicit enrichment as a dangerous criminal act and prohibited it by Paragraph 1 of Article 1891 of the CC, seeking to make economically not viable the commission of crimes related to corruption, property, economy, finance, as well as other selfish crimes, and to prevent such acts and damage inflicted on the state and society. Thus, the legislature has implemented its wide discretion to choose the norms of a particular branch of law in order to define certain violations of law and to impose concrete sanctions for these violations. Having assessed the purpose of the impugned legal regulation, the dangerousness of illicit enrichment, and the sanction imposed for this crime in Paragraph 1 of Article 1891 of the CC, the Constitutional Court held that there is no ground for stating that, as a legal measure, criminal liability established for illicit enrichment is disproportionate".

P.S2- Muito oportunamente o Director da revista Sábado dedica o editorial do último número à sindicância que é urgente fazer ao Tribunal da Relação de Lisboa, relembrando aquilo que se passou com a desgraçadamente famosa loja maçonica P2 na Itália, ligada à falência do banco Ambrosiano.



sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Engenharia Civil__Top 10 mundial

São necessárias mais de 422 revisões confirmadas de artigos em revistas indexadas na Web of Science para se estar no Top 10 mundial  ou mais de 550 se abranger também as revisões de artigos em revistas não indexadas. Já no respeitante a decisões editoriais entra-se no Top 10 com 100 para revistas na Web of Science ou 110 se essa limitação for dispensada. 


The neuroscience behind intergenerational poverty


https://psych-neuro.com/2020/02/28/the-neuroscience-behind-intergenerational-poverty-your-childhood-really-does-shape-you-neurobiologically-too/

When Nobel Stiglitz said the words below for sure he was not thinking about genes !
"the hypocrisy of America’s claim to be a land of opportunity: Yes, anyone can get ahead, so long as they are born of rich, white parents"
https://www8.gsb.columbia.edu/articles/chazen-global-insights/beyond-gdp

Nor was Thomas Piketty, Professor at the Paris School of Economics, when he wrote in his new book about the wealthy parents in America that use financial contributions to win admission to elite universities for those of their children “who would not otherwise qualify”

40 plágios numa tese de doutoramento aprovada na ULisboa dão multa de 5000 euros

O plagiador alegou em sua defesa que: “não tendo sido utilizados gestores bibliográficos automatizados, é natural que haja a falta de uma ou outra citação, atenta a extensão da obra”

O Ministério Público identificou não cinco nem dez, mas cerca de quatro dezenas de plágios na tese de doutoramento do presidente da Câmara de Torres Vedras, aprovada na Universidade de Lisboa. 

https://www.publico.pt/2020/02/27/local/noticia/presidente-torres-vedras-condenado-multa-5000-euros-plagio-tese-doutoramento-1905739

E o Senhor Professor Doutor Orientador e o Senhor Professor Doutor Arguente como é que não conseguiram detectar nenhum dos 40 plágios ?

E porque não só admitir a discussão as teses dos doutorandos que já tenham um mínimo de publicações indexadas ou obrigar (como fazem nalgumas universidades lá fora) que exista um parecer favorável de um especialista internacional ? Ou será que isso iria dar cabo do negócio que são os doutoramentos da treta ?

Teresa Pizarro Beleza, uma catedrática que vive numa bolha ?


Uma catedrática de Direito Penal da Universidade Nova de Lisboa, veio ontem dar uma pequena lição no jornal Público e de facto eu nem sabia, como fiquei a saber, que existiu "uma lei que punia o facto de alguém cortar o braço a outrem com uma pena que correspondia a metade da pena aplicável a quem furtasse ao dono desse braço um relógio valioso" que mostra bem o lixo jurídico que têm andado a ser servido aos Portugueses. Mas veio fundamentalmente no artigo fazer uma pergunta que considero equivocada:
"Qual é a razão pela qual existe a convicção de que as leis, e em especial as de natureza proibitiva, resolvem os problemas sociais, económicos, políticos?

Relembre-se que esta catedrática lê pela mesma cartilha daquele conhecido catedrático de Direito Penal, Germano Marques da Silva, que aquando da ultima revisão do Código Penal a tal que descriminalizou as burlas e as fraudes  disse na altura (sem se rir) que era uma forma de não estar toda a gente presa pois o país precisava de gente para trabalhar ! Talvez como consequência dessa reforma vergonhosa agora o que temos é isto https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/01/uma-via-verde-para-as-fraudes-e-as.html

E o mais estranho é que esta cogitação excepcionalmente inteligente é colocada por uma catedrática do mesmo país onde existe um aberrante cumulo jurídico de 25 anos, (que o infeliz catedrático Germano Marques da Silva acha que é uma pena exagerada) que o mesmo é dizer, que se já matou 10 pessoas não se acanhe e mate mais 10 ou 20 até ser apanhado, porque a pena será a mesma ! Enquanto no país vizinho há quem tenha sido condenado a 51 anos de cadeia, não por ter morto 10 pessoas, nem 5, nem sequer uma pessoa mas por ter sido o cabecilha de uma rede de corrupção.   

Ao contrário de Espanha, em Portugal é bom não esquecer que apenas 5% dos corruptos costumam ir visitar uma cadeia https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/12/portugueses-como-gado-e-cavalgaduras.html  e depois ainda há quem se admire que tenhamos de ouvir um eurodeputado Alemão a dizer que Portugal é uma República das bananas ! https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/eurodeputado-alemao-diz-que-ha-um.html

E que dizer do generoso regime que permite que dois terços, das centenas que todos os anos são condenados por pedofilia apanhem uma pena suspensa (só em 2017 foram 200 os que beneficiaram de pena suspensa ao contrário da tal investigadora que apanhou pena efectiva por injúrias e difamação, o que mostra que estes crimes são neste país mais graves do que a pedofilia) ? Ou da mesma generosidade que permite que alguém apanhado 7 vezes a conduzir sem carta de condução por 7 vezes fique isento de visitar uma cadeia e logo a seguir envolve-se num acidente em que morre uma pessoa ? Será que isso não favorece minimamente a reincidência automobilística, como as famosas corridas a 300 km/h, que hoje enchem a capa do jornal I ?

Mas se de facto as proibições (e as penalizações associadas) não servissem para dar algum contributo na resolução de problemas, então poderia perguntar-se porque é que precisaríamos de prisões onde se gastam largos milhões dos nossos impostos (a uma média de 40 euros por dia por preso) se bastaria então que qualquer criminoso, merecesse apenas umas sessões de terapia psicológica, para perceber que terrível infelicidade teria levado o pobre desgraçadinho a enveredar por maus caminhos, havendo para os casos mais graves, alguns leves trabalhos comunitários como penalização. Mas nesse caso faz algum sentido perguntar, então e as vitimas não terão elas direito a um mínimo de paz ? 

PS - O apelido Pizarro ficou famoso para a história por conta de um massacre perpetrado por um psicopata assassino, pois eis que curiosamente na Europa e há poucos anos atrás também houve massacres de milhares de civis perpetrados por psicopatas assassinos e um desses, de nome Radovan Karadzic, foi julgado no Tribunal Penal Internacional, tendo recebido uma pena perpétua, porém não me custa acreditar que talvez a catedrática Pizarro tenha achado a pena excessivamente severa (por via da eventual ignorância dos juízes) e achado igualmente que talvez umas sessões de terapia, vá lá, um ralhete ou alguns dias de serviço comunitário teriam sido pena suficiente ! É evidente que a pena não vai tornar o referido psicopata uma pessoa melhor, nem sequer vai servir para que ele se arrependa do que fez pois o miserável ainda continua a dizer que foram mitos as muitas mortes para as quais contribuiu, mas vai pelo menos garantir que os familiares dos massacrados tenham alguma paz, o que não é coisa pouca. 

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

É preciso uma limpeza radical nas Universidades Portuguesas



Como se deu conta no post acima o Presidente ASJP defendeu ontem publicamente uma limpeza radical entre os juízes, pois que percebeu que essa é a única forma de parar um fogo que se iniciou no Tribunal da Relação de Lisboa e que hoje mesmo volta a lavrar na página 16 do jornal Público (onde se noticia que o ex-Presidente da Relação embolsou quase 300.000 euros pela participação num julgamento particular que foi realizado nas instalações daquele tribunal, que pasme-se, foram cedidas gratuitamente para um negócio privado) e que se arrisca a queimar todos os outros tribunais aos olhos dos Portugueses.

Ora bem, admitindo que os Professores Universitários não são mais éticos ou mais honestos do que os juízes, e sabendo-se que de forma regular há muitos anos que muitos juízes vão sendo expulsos (eu próprio tive o azar de há mais de uma década ter tido num processo que intentei num tribunal deste país, um juiz que foi mais tarde expulso da magistratura) o que contribuiu para reduzir o número de juízes menos éticos ou menos honestos, e inexistindo na Academia mecanismo similar, do que resulta que de ano para ano os professores universitários menos éticos ou menos honestos viram reforçada a impunidade da suas acções, então mais não resta concluir que se é evidente que é necessária uma limpeza radical entre os juízes então muito mais necessária é tal limpeza entre os professores universitários e em particular entre os catedráticos, pois são aqueles com mais poder e logo mais passíveis de o utilizarem de forma indevida e em seu beneficio pessoal

Em Fevereiro de 2017 enviei um email a alguns Colegas, que posteriormente coloquei para memória futura em post de título "Será que a Academia têm capacidade para se auto-limpar ?" nele lembrei que se a magistratura costuma apurar que 2% dos seus membros merecem ser penalizados, com penas que vão até à aposentação compulsiva, como agora sucedeu com a juíza Fátima Galante ou mesmo com a pena de demissão, como agora sucedeu com o juíz Rui Rangel, então essa percentagem de 2% significaria a penalização de centenas de professores universitários, entre as várias dezenas de milhar que existem na Academia, algo que porém nunca aconteceu. Ao contrário do que sucede nas universidades de outros países, como a demisão de uma catedrática na Suiça por assédio moral de alunos de doutoramento, ou a demissão de um catedrático numa universidade Espanhola por assédio sexual de professoras universitárias ou os catedráticos Italianos que foram presos por viciação de concursos

Sendo certo que é extramemente difícil fazer prova inequivoca daqueles Professores que nas últimas dezenas de anos andaram a viciar concursos (excepto naqueles anulados em tribunal por vicio de violação de lei) deviam pelo menos reformar-se compulsivamente todos aqueles que já tenham pelo menos 60 anos e não tenham uma produção científica mínima como sugeri aqui https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/01/nova-sugestao-para-despedir-professores.html pelo menos para aquelas áreas onde existe uma forte correlação entre as métricas e a revisão por pares, vide artigo https://www.nature.com/articles/s41599-019-0233-x

Coronavírus__O aspecto positivo

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/um-estado-falhado.html
Ainda sobre a histeria sobre o coronavírus comentada na parte final do post acima, que muitos orgãos de comunicação social exploram sem se darem ao trabalho de informarem os seus leitores que 22.000 pessoas já o tiveram e já se curaram dele, e que o mesmo é mais implacável com pessoas doentes e em especial com idosos do género masculino https://www.nytimes.com/2020/01/23/world/asia/coronavirus-victims-wuhan.html  sendo muito menos mortal do que muitas outras doenças infecciosas, como a tuberculose ou a SIDA, que contam com dezenas de milhões de infectados e já com milhões de mortes no "currículo", é importante frisar que conforme noticiou há dois dias o mesmo New York Times, embora haja países onde os jogos vão ser adiados, na Itália há jogos que se vão realizar à porta fechada. Exactamente aquela medida que no final do post abaixo eu sugeri ser uma forma de reduzir a velocidade da degradação da imagem do futebol https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/um-primeiro-ministro-que-gosta-de.html pelo menos acabavam-se as macacadas nas bancadas, os cânticos injuriosos e racistas (vide imagem abaixo de um jogador italiano, o mesmo que tem uma tatuagem de Mussolini nas costas, do tal clube cujos adeptos ficaram famosos por maus motivos) e também com aquele vergonhoso espetáculo da policia a guardar os adeptos nas ruas, antes e depois dos jogos, quase como se fossem animais raivosos !




Um assalto autorizado pelo Estado Português

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/01/bancos-milionarios-perdoes-de-dividas-e.html
O Parlamento discute hoje uma limitação às comissões bancárias que pela sua dimensão reputo de um assalto ao bolso dos contribuintes legitimado pelo Estado Português, vide por exemplo o post acima. 

Como é evidente a banca não apreciou a iniciativa parlamentar dizendo sem qualquer vergonha que são "São um atropelo à livre concorrência"

https://expresso.pt/economia/2020-02-26-Banca-ataca-iniciativas-para-proibir-ou-limitar-comissoes-bancarias.-Sao-um-atropelo-a-livre-concorrencia

E isto é dito pela mesma banca que actua em cartel e a mesma banca que beneficia de uma lei penal extremamente generosa para com os banqueiros, pois que até hoje nenhum ainda visitou uma prisão, um único dia que fosse, ao contrário do que sucede ali ao lado na vizinha Espanha, onde 8 já mereceram essa honra. Ou talvez o problema seja exactamente esse ! 


P.S - Porém se a banca me quiser emprestar 231.000 euros por uma cómoda mensalidade de apenas 200 euros, como aquele caso abaixo referido, eu passo já a dizer maravilhas da referida banca ! https://www.sabado.pt/portugal/detalhe/caixa-ofereceu-emprestimo-de-luxo-a-filha-de-armando-vara


Ministro Matos Fernandes diz que "O fim da nossa espécie não é uma miragem"

Fiquei contente em saber, pelo artigo publicado no caderno principal do Expresso do passado sábado, que o Ministro do Ambiente se juntou ao grupo dos realistas:
https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/10/aviso-dos-cientistas-para-os-adultos.html

e em boa hora se afastou assim do grupo daqueles que acreditam no Harry Potter como o ex-Presidente do IST e o Dr. Paulo Portas
https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/12/uma-luta-desigualpresidente-do-european.html

Muito mais difícil porém é neste contexto e como ele pretende fazer "crescer a economia"
quando se sabe que isso é exactamente aquilo que não pode nem deve suceder 
https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/11/a-spectre-is-haunting-overdeveloped.html
https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/12/can-190-million-usd-threshold-be.html


quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Novidades na plataforma Publons

A tal plataforma da empresa proprietária da Web of Science, para a qual a comunidade académica já submeteu mais de 5 milhões de revisões e onde Portugal lidera (o único sitio onde os investigadores de Portugal ganham à Grécia, à Suécia, à Finlândia e a quem quer que seja)  no rácio revisores Top1%/milhão de habitantes mas apresentam um desempenho menos bom em termos de participação em decisões editoriais acaba de apresentar algumas novidades no novo ano, não só em termos de incentivo às revisões abertas nas revistas onde isso é aceite: https://publons.com/announcement/#look-out-for-open-peer-review-with-the-publons-article-badge 

mas também de pesquisa da lista de revisores, onde agora também já possível isolar uma listagem só de revisores na categoria "Peer Review Award Winers", algo que antes só era possível fazer para os Highly Cited Researchers. https://publons.com/researcher/?country=142&is_core_collection=1&order_by=num_reviews


Supino descaramento catedrático


O catedrático jubilado José Ferreira Gomes, foi ontem autor de um artigo sobre o financiamento do Ensino Superior, onde na sua parte final e mais uma vez deixa vir ao de cimo, a sofreguidão das Universidades pelas verbas da FCT. Diz ele que:
"A autonomia das universidades é também cerceada pela decisão governamental de financiar os investigadores através da Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Esta estratégia não só diminui as universidades na sua capacidade de definir e prosseguir uma estratégia mas também as desresponsabiliza pelas decisões de recrutamento e avaliação desse pessoal"

Contudo ele não têm minimamente razão naquilo que diz, porque foram as Universidades que se diminuíram a elas próprias, quando elegeram a endogamia como estratégia fundamental do seu recrutamento, as mesmas que se auto-atribuiram Excelentes a pataco, as mesmas que são "pasto do amiguismo e couto do nepotismo movido pelos favores" onde os académicos “em vez de ciência estão a fazer política de corredores”. 

E muito menos tem razão aquelas, como a Universidade do Porto, onde e segundo um catedrático daquela casa, a avaliação "frequentemente privilegia os “amigos” e lambe-botas em detrimento do mérito" ou talvez se trate de um problema genético de toda a academia, já que como admitiu o Luís Aguiar-Conraria,  “... é impossível que a universidade portuguesa deixe de ser uma academia de capelinhas e de cumplicidades, com padrinhos e afilhados "

Trata-se convém não esquecer, do mesmo José Ferreira Gomes, que admitiu em Junho de 2018, que na academia Portuguesa quem sobe são aqueles que fazem alguns favores aos mais velhos, o que constitui sem dúvida uma excelente estratégia de avaliação, mas que traria sem dúvida péssimas consequências a Portugal, caso também fosse replicada na contratação de investigadores. 

Percebe-se porém muito bem o motivo da queixa do José Ferreira Gomes, pois não custa acreditar que haja muitos catedráticos na academia (velhos e menos velhos) que não conseguem engolir que haja concursos para investigadores onde eles não podem meter a unha, para fazerem aquilo que sempre fizerem, favorecer filhos e filhas, primos e primas, e outros familiares, afilhados e amigos.  

Não têm por isso qualquer legitimidade, nem muito menos autoridade, para agora encherem a boca para falar em magnas estratégias para recrutamento e avaliação, quando na verdade alguns desses queixosos catedráticos, não têm sequer mérito suficiente para conseguirem sequer um contrato como Professores-Auxiliares em universidades de topo a nível mundial, e alguns nem sequer mesmo um contrato de pós-doc ! 

Juízes__"impõe-se uma operação de limpeza de grande envergadura, de alto a baixo"


Sobre o vergonhoso caso de viciação de atribuição de processos detectado no Tribunal da Relação de Lisboa, post acima, comparem-se as infelizes declarações da Ministra da Justiça que mandou dizer que não há nenhum problema com a distribuição dos processos ! com as declarações do representante dos juízes, Presidente da ASJP, hoje no jornal Público:
"impõe-se uma operação de limpeza de grande envergadura, de alto a baixo, sem portas fechadas nem “vacas sagradas”
Nem de propósito, também hoje um outro artigo no Público informa que o Tribunal Europeu de Direitos do Homem acaba de condenar Portugal (mais uma vez, no mês passado foi por conta do caso da morte de estudantes na praia do Meco) por conta das decisões de juízes do mesmo Tribunal da Relação de Lisboa (um deles Sua Excelência Rui Rangel) no caso Bragaparques, o que mostra que a justiça Portuguesa bem precisada está de uma grande limpeza. Na minha modesta opinião, sempre que o TEDH condenasse Portugal por conta das más decisões de um juiz, a única solução admissível era o despedimento desse juiz por justa causa !

Informa o artigo em causa que o corruptor Domingos Névoa, condenado por tentar subornar o advogado Ricardo Sá Fernandes, com pena suspensa (ao contrário desta investigadora aqui) e também condenado a pagar o produto do suborno, 200.000 euros ao Estado Português, pagou porém zero euros, porque o processo prescreveu. E para ajudar à festa o mesmo jornal Público traz um outro artigo onde se diz que a acusação a Ricardo Salgado "está presa" por conta do facto de um ex-administrador do BES se recusar a levantar o sigilo profissional. O culpado de toda esta vergonha têm nome, é o fascista Direito Romano-Germânico, que nos mantém acorrentados à corrupção e à pobreza. 

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Sub-humanos em Portugal

https://www.publico.pt/2020/02/25/mundo/opiniao/dese-refugio-nao-inferno-1905080

Sobre o recente artigo no jornal Público, acima, lembro-me que na parte final de um post de 10 de Outubro já tinha mencionado Moria  https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/10/a-ditadura-da-felicidade.html  e curiosamente hà uma interessante citação, bastante oportuna neste contexto, do Stefan Zweig que coloquei num post anterior a esse:
"Formerly man had only a body and a soul. Now he needs a passport as well for without it he will not be treated like a human being." https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/10/why-we-hate.html  Assim sendo e atentando nos números da UNHCR e na definição acima do S.Zweig pode dizer-se que neste Planeta há 3.5 milhões de sub-humanos.. Curiosamente Portugal também aparece no documento da UNHCR com várias centenas. 



Ajustes directos que totalizam mais de 1 milhão de euros, a empresa com falso engenheiro que afinal é uma engenheira


Consta que a tal jornalista furacão, Ana Leal, recentemente comentada aqui neste blog, vide post acima descobriu mais uma vergonha que será exibida hoje 
https://tvi24.iol.pt/videos/sociedade/ana-leal-camara-municipal-de-lisboa-faz-ajustes-diretos-com-empresa-que-trabalha-com-falso-engenheiro/5e551a360cf2071930699bb1
e que até inclui um falso engenheiro que afinal até é uma engenheira, isto a fazer fé nas palavras do Bastonário da Ordem dos Engenheiros 

Aliás eu nem quero imaginar a quantidade de gente que neste país anda por aí com diplomas falsificados ou que apesar de terem um diploma válido, já há muito que deviam ter deixado de poder exercer profissão em regime liberal, tal é a magnitude da incompetência de que deram provas 

Tenho para mim que ao contrário da tal investigadora que amargou três anos de cadeia por injúrias e difamação o máximo que vai suceder a esta falso engenheiro é daqui a 5 ou 6 anos apanhar uma pena suspensa ! Por conta disto o partido do Ventura vai certamente receber mais uns votos de Portugueses furiosos com esta pouca vergonha !

Acumulam-se os indícios sobre a baixa competitividade da ciência Portuguesa

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/11/os-ultimos-30-anos-da-ciencia.html
https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/11/detectar-o-baixo-impacto-da-ciencia.html

A juntar aquele estudo mencionado nos posts acima veja-se o recente estudo no link 

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/r-in-europesources-of-inefficiency-in.html
onde novamente a Grécia aparece à frente de Portugal. 
E o nosso país teria um desempenho comparado muitíssimo pior não fosse a boa prestação de algumas poucas áreas científicas aquelas que mais puxam a carroça como por exemplo aquelas a azul mas em particular as realçadas a amarelo, no ficheiro  
https://www.docdroid.net/RX2xh1G/portugal-top-500-shanghai-ranking.pdf 
respeitante ao único ranking que a Comissão Europeia associa à excelência científica. Já uma das áreas que menos têm ajudado a puxar a referida carroça (apesar de agora e muito irónicamente até ir receber mais dinheiro do que outras mais competitivas) é a área do Direito 
https://forum.bolseiros.org/viewtopic.php?f=8&t=8335&p=41838&hilit=Presidente+Scopus+Direito#p41838




R&D in Europe__Sources of (In)Efficiency in 29 countries

"The following variables were chosen based on a review of previous literature, as well as data availability for: 
intramural R&D expenditure in Euro per capita in the higher education sector, 
business enterprise sector, and government sector; 
total R&D personnel and researchers as a percentage of total employment in full-time equivalent work in the higher education sector, 
business enterprise sector, and government sector; 
number of scientific journal ranking (SJR) publications per million habitants; 
patent applications to the European patent office (EPO) per million habitants; 
percentage of high-tech exports out of the total exports in the higher education sector, business enterprise sector, and government sector" 

Check ranking in Table A2  https://www.mdpi.com/2071-1050/12/4/1432



Um Estado falhado

Atenta a noticia abaixo é caso para dizer que não me enganei muito quando no post acima escrevi que o Brasil cada vez mais se aproxima da classificação de Estado falhado

Uma coisa é certa porém ainda não atingiram o fundo do poço como os desgraçados que por estes dias andam a morrer de friohttps://expresso.pt/internacional/2020-02-23-Morrer-de-frio-em-Idlib-para-fugir-as-bombas-de-Assad-e-Putin  mas que não são uma prioridade mediática neste país onde aquilo que realmente importa é a histeria do coronavírus. 

Mas a verdade é que ainda não há um único Português que tenha falecido devido ao coronavírus. Um único falecido num país onde morrem em média 300 pessoas por dia e onde 32 são devido somente ao tabaco. E contudo não há um único jornal que coloque na primeira página, "UMA TERRÍVEL DOENÇA CHEGOU A PORTUGAL. Ontem morreram 32 Portugueses, hoje vão morrer mais 32 e vão continuar a morrer mais 32 por dia TODOS OS DIAS até ao fim do ano e novamente nos anos seguintes"

Até agora morreram na China 2500 Chineses devido ao coronavírus em pouco mais de um mês, o que dá uma média de 62 por dia, mas os jornais esquecem-se que o ritmo médio "natural" de óbitos na China é de 1000 pessoas a cada hora que passa, são 24.000 por dia ! Só mortes por cancro do figado são 821 por dia, o que significa que desde que se iniciou a infecção de coronavírus morreram de cancro do fígado quase 33.000 Chineses !



segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Structural Engineering__Most cited Scopus publications (2010-2020)

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/most-cited-papers-in-built-environment.html
https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/cementitous-compositesmost-cited-scopus.html

Still following the posts above check the ranking below:

1-fib Model Code for Concrete Structures (541 citations)
2-Structural Health Monitoring: A Machine Learning Perspective (534 citations)
3-A review of the present and future utilisation of FRP composites in the civil infrastructure with reference to their important in-service properties (496 citations)
4-Fiber optic sensors in structural health monitoring (367 citations)
5-Developments and advanced applications of concrete-filled steel tubular (CFST) structures: Members (360 citations)
6-Carbon materials for structural self-sensing, electromagnetic shielding and thermal interfacing (330 citations)
7-Deterioration modeling of steel components in support of collapse prediction of steel moment frames under earthquake loading (313 citations)
8-Structural health monitoring in mainland china: Review and future trends (312 citations)
9-Bayesian Methods for Structural Dynamics and Civil Engineering (310 citations)
10-Structural analysis of masonry historical constructions. Classical and advanced approaches (282 citations)



Salazar, Luís Aguiar-Conraria e António Costa

Sobre o eventual nível de racismo dos Portugueses o Luís Aguiar-Conraria da Universidade dp Minho, foi no passado sábado, autor de um artigo no caderno principal do Expresso onde há um mapa que coloca Portugal em situação pouco confortável quando comparado com outros países europeus. 

Não sei o que é que se pode concluir a partir desse mapa mas sei que o mesmo pode ter alguma relevância quando somado a outros factos interessantes sobre Portugal, como por exemplo quando há alguns anos atrás houve uma espécie de concurso para identificar o melhor Português de sempre e foi o Salazar que levou a taça e ainda por cima com grande avanço sobre o segundo concorrente. Nessa altura o Aristides Sousa Mendes (que um ex-líder do CDS, grande admirador confesso da PIDE, apelidou de agiota de judeus) teve apenas direito a 13% das preferências. Eu não sei se o Aristides Sousa Mendes salvou 30.000, 10.000 ou 1000 judeus dos crematórios Nazis mas ainda que ele tivesse salvo apenas meia dúzia, já teria sido extraordinário serviço pela paga que recebeu, a miséria. À vingança cobarde de Salazar (o protetor de pedófilos ricos) nem a própria viúva escapou tendo visto negado o pedido de pensão após o falecimento do marido.    

Curiosamente no Canadá, um país bastante mais desenvolvido do que o nosso, que conta com 14 prémios Nobel na Física, Química e Medicina, que pertence ao grupo dos países menos corruptos do Planeta e que ao contrário de Portugal não é campeão no que respeita a enviar dinheiro para off-shores, quando também por lá fizeram idêntico concurso o vencedor foi um politico de nome Tommy Douglas, conhecido por ser o pai do Serviço Nacional de Saúde daquele país  https://www.cbc.ca/news/entertainment/tommy-douglas-crowned-greatest-canadian-1.510403 

E entre um país cujos cidadãos elegeram como o seu melhor, um politico que perseguiu alguém que salvou outros de uma morte certa, que mandou vários conterrâneos seus para uma colónia penal (Tarrafal) ao mesmo tempo que deixou impunes ricos pedófilos envolvidos em orgias com meninas de 9 anos, tendo antes preferido exonerar o Ministro da Justiça que queria investigar o escândalo e um outro país que escolheu um politico que se distinguiu por ter criado um serviço nacional de saúde, há diferenças evidentes que em nada abonam ao primeiro. 

Faz algum sentido porém admitir, que o embrutecimento implícito na escolha Portuguesa acima referida, não pode ser desligado da acção do tal "instrumento de deseducação e alienação" (Jorge Miranda dixit em Maio de 2018) que fomenta divisões tribais e que têm sido um fértil meio para o crescimento da extrema-direita, tornando por isso urgente um processo de cura e não como pretende o primeiro-ministro um aprofundamento da intoxicação 
https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/um-primeiro-ministro-que-gosta-de.html




Colocar em a causa a definição de autoria científica vertida no Código de Conduta Europeu para a Integridade na Investigação

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/integridade-cientifica-e-academica-em.html

Ainda na sequência do post acima vale a pena ler o recente artigo abaixo:
https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/08989621.2020.1721288


Malhar no Grupo do Dr.Balsemão


Depois de no passado ter malhado no Grupo Impresa e também várias vezes no Expresso como por exemplo aqui devo agora por uma questão de coerência louvar o upgrade de conteúdos, que se têm vindo a verificar desde aquele desçrado episódio que constitui o grau ZERO de 12 de Maio de 2018 quando entrevistaram o Cro-Magnon, presidente do Sportingcomo por exemplo a entrevista à Presidente do Santander na revista do Expresso do passado sábado ou na mesma revista um artigo sobre a Pérsia (antigo Irão, a terra dos Arianos, vide mapa abaixo). 

Irónico é que que o famoso cilindro de argila lá mencionado e que leva o nome de Ciro o Grande só possa ser visto, não na capital do Irão como seria expectável, mas em Londres, o que mostra bem a intemporal capacidade de saque do antigo Império Britânico ! Curiosamente o referido artigo na revista do Expresso inicia-se com uma interessante citação que alegadamente estará gravada no túmulo de Ciro o Grande (imagem acima): "Bem-vindo, peregrino, tenho estado à tua espera. Perante ti jaz Ciro, rei da Ásia, rei do Mundo. Tudo o que resta de mim é pó. Não me invejes" sendo que porém que aquela que encontrei (versão Inglesa claro está pois não me consta que haja em Portugal algum especialista em Persa antigo) no Google é algo diferente:“Mortal! I am Cyrus son of Cambyses, who founded the Persian empire, and was King of Asia. Grudge me not then my monument.” 

Parecendo assim que talvez a jornalista do Expresso tenha sido criativa ou utilizou uma tradução que eu não consegui achar! Seja como for se o objectivo dela era tornar o artigo mais atrativo então poderia ter-se socorrido daquilo que o Andrew Marr, escreveu no Vol 1 da História do Mundo, acerca de algo que  Heródoto  por sua vez teria escrito sobre os Persas:
"Heródoto chama a atenção para o facto de as pessoas se beijarem quando se encontram na rua, ao invés de falarem...Abominam mentiras e dívidas. Nunca poluem os rios...Têm uma maneira interessante de tomar decisões: Se é preciso tomar uma decisão importante, discutem a questão quando estão embriagados e, no dia seguinte, quando já estão sóbrios, o dono da casa...propôe reconsiderarem a decisão tomada, Se continuam a aprová-la, é adotada; caso contrário, abandonam-na. Inversamente qualquer decisão que tomem em estado de sobriedade é reconsiderada quando estão embriagados"




domingo, 23 de fevereiro de 2020

Challenging the definition of authorship in The European Code of Conduct for Research Integrity

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/undeserving-scientists-impose.html
https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/01/academic-authorship-disputes-on-rise.html
Still following the two posts above check the paper below:

"The practice of assigning authorship for a scientific publication tends to raise two normative questions: 1) “who should be credited as an author?”; 2) “who should not be credited as an author but should still be acknowledged?”.... This article examines the ways in which the ECCRI approaches these two questions ...we recommend specific revisions to the content of the ECCRI..." https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/08989621.2020.1721288




Presidente do Santander___"Precisamos de mais engenheiros! Mas continuam a sair tantos advogados das universidades..."


Sobre o recente artigo no Público, que deu conta do Presidente de Angola se mostrar muito agradecido pela visita muito oportunista do criado às ordens do Sr. Trump, o mesmo Trump que disse que os países Africanos eram Shitholes, vale a pena ler o artigo aqui  e ter também em conta a publicação abaixo de uma avisada Alemã, onde não certamente por acaso também se fala de África ! https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-030-27957-8_1 

Curiosamente, a líder do banco Santander, o maior banco da zona Euro, que o Expresso de ontem apresentou como a mulher mais poderosa do mundo, também falou durante a entrevista que deu aquele semanário, da importância de África para a Europa. Mas a frase mais chocante na referida entrevista é aquela que dá titulo a este post e que decerto não agradará minimamente às Escolas de Direito deste país ! 

sábado, 22 de fevereiro de 2020

Um primeiro-ministro que gosta de palhaçadas intoxicantes ou apenas mal informado ?


Um canal televisivo informou hoje que o primeiro-ministro António Costa se encontrou com o Presidente da Federação Portuguesa para falarem das consequências do caso Marega, no que respeita à possibilidade daquele caso poder afectar a candidatura à organização do mundial, o que significa que continua a palhaçada já comentada aqui https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/acabou-se-paciencia-para-com-os.html

Isso também significa, que os spin-doctors que lhe dão assessoria, ainda não lhe explicaram que à conta de tanto terem andado a apaparicar claques compostas por traficantes,  ladrões e malfeitoresmacacos e outros grunhos os clubes debatem-se agora com falta de sócios, pelo menos daqueles com boa apresentação e com escolaridade acima da mínima, pelo que agora sempre que há um evento futebolístico é necessário alugar gente com uma apresentação minimamente decente  para dessa forma evitar o incómodo das câmaras filmarem para a posteridade, algum sócio a expressar-se em linguagem macaca ou quem sabe até a fumar crack ! 

Se no Benfica houvesse dirigentes que tivessem um número mínimo de neurónios funcionais já teriam percebido que em toda a história daquele clube só houve um evento extraordinário, o de nele ter jogado o único futebolista que algum dia neste país entrou (e entrará) no Panteão Nacional. E o facto de um país onde muitos fizeram fortuna à conta do sangue de negros  https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/11/the-trajectory-of-great-slave-trader-of.html um dia ter contribuído para que um negro pudesse entrar no seu Panteão Nacional (ainda antes de algum cientista lá ter entrado) é algo transcendente e que vale muito mais do que o Benfica ganhar meia dúzia de Champions ou do que Portugal um mundial de futebol !  É bem verdade que o  Ronaldo tem um desempenho muito superior ao do Eusébio, não só por exemplo por conta das suas 5 taças de campeão da Europa (contra 1 do Eusébio) ou das 5 vezes que recebeu a bola de ouro (contra 1 do Eusébio) mas apesar disso tudo quando ele morrer as hipóteses de ele entrar no referido Panteão são nulas pela simples razão que a imagem do futebol vai-se degradando todos os dias e quando ele finalmente morrer daqui a 50 ou 60 anos (lá para 2070 ou 2080), já o futebol deixou de existir, sendo nessa altura lembrado como um retrógado epifenómeno, de certa forma similar à euforia delirante das tulipas Holandesas que colapsou no inicio do ano de 1637, depois de alguns bolbos terem chegado a custar quase 1 milhão de dólares a preços correntes (se daqui em diante todos os jogos fossem à porta fechada e os adeptos só pudessem ver o jogo pela televisão talvez isso permitisse mitigar a velocidade da referida degradação) e isso permite perceber o post https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/11/celebrar-quem-efectivamente-o-merece-no.html  ´

Prémios de desempenho no capitalismo Português

Sobre a bizarra situação da TAP comentada no inicio do post aqui e também por conta do contexto do desempenho académico que comentei na semana passada neste post aqui 
veja-se ontem no Público o artigo de uma professora da Univ. Nova no link abaixo de título "Prémios da TAP: a dolce vita dos executivos que se pagam a si próprios
https://www.publico.pt/2020/02/21/economia/opiniao/premios-tap-dolce-vita-executivos-pagam-proprios-1905002

Ainda sobre prémios de desempenho e remunerações acaba de saber-se que o ex-Presidente daquele banco criado pela maçonaria, que se diz perseguido pelo Banco de Portugal, embora o mais certo seja que lhe vá suceder aquilo que já sucedeu ao banqueiro Jorge Jardim, prescrição da multa de 1 milhão de euros, mesmo assim o referido está descontente com o valor da sua pensão de 14.000 euros e quer passar a receber 23.000 euros https://observador.pt/2020/02/16/tomas-correia-exige-aumento-da-reforma-pensao-atual-e-de-14-300-euros-por-mes/ será que afinal estávamos todos enganados e o ex-primeiro ministro Sócrates é que estava certo quando defendia que neste país não se consegue viver com menos de 20.000 euros por mês ?
https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/02/portugueses-estao-fartos-dos-partidos.html

Não deixa por isso de ser impressionante ver que o país descalço que se comentou aqui (por coincidência hoje mesmo a escritora Lídia Jorge relembra no jornal Público que em plena década de 50 os seus colegas da escola primária andavam descalços) se viria a tornar tão materialmente exigente. Deve ser por certo um problema de inflação, inflação de falta de vergonha !