segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Jan Petter Myklebust__Rigging of academic positions in Sweden

The Struggle for Social Justice and Economic Freedom Lives on after PATEL |  News Ghana

"An investigation into hiring practices at three Swedish universities has provided evidence that in their recruitment processes many universities may not be following the requirements of the law to find the best candidates and that many appointments may be rigged..."
https://brill.com/view/book/edcoll/9789004433885/BP000011.xml?language=en



Covid-19__A new AI based mathematical model

How Math Predicts the Coronavirus Curve | The Great Courses Plus - YouTube


“We present a new mathematical model to explicitly capture the effects that the three restriction measures: the lockdown date and duration, social distancing and masks, and, schools and border closing, have in controlling the spread of COVID-19 infections…Our new AI implemented model predicts future infection curves for any region as a function of the time and the restriction measures taken in that region. It explicitly quantifies the impact of each control measure on future infection curves over extended periods of time”



Quando atropelar mortalmente alguém pode resultar num beneficio económico de quase 28.000 euros

Tip The Scales Of Justice Concept As A The Finger Of A Person.. Stock  Photo, Picture And Royalty Free Image. Image 96254158.

Já se sabia que a justiça Portuguesa era um caso único no panorama Europeu quando enviou para a cadeia uma investigadora durante três anos pelos hediondos crimes de injúria e difamação ao mesmo tempo que todos os anos atribui penas suspensas a 66% dos condenados pelo crime de pedofilia ou quando decide atribuir generosas penas suspensas a 95% dos condenados por corrupção, o que não se sabia mas se ficou agora saber, por um certo semanário, é que a justiça condenou na semana passada, um automobilista que atropelou mortalmente um peão numa passadeira, a pagar 2280 euros à família da vitima e há dois meses a mesma justiça condenou o autor de um livro, onde aparecia escrito, que há 30 anos atrás uma conhecida jornalista e o seu namorado tinham nas paredes de um quarto fotografias intimas, a pagar 30.000 euros pela hedionda revelação. Significando isso que se antes da publicação do livro o seu autor tivesse por hipotético acidente atropelado mortalmente a referida jornalista numa passadeira tinha tido um beneficio económico de 27.720 euros. 

PS - E como perceber a tal indemnização de 2280 euros por morte quando comparada com aquela indemnização de centenas de milhares de euros que recebeu um famoso boy do Sr. Sócrates ?  https://www.publico.pt/2011/03/03/jornal/rui-pedro-soares-recebe-mais-de-400-mil-euros-de-indemnizacao-do-semanario-sol-21468668  E já agora quem é que serão os paizinhos e as mãezinhas (os génios e as génias do Direito e os deputados e as deputadas) que pariram os abortos jurídicos que permitem estas aberrações indemnizatórias ?

domingo, 30 de agosto de 2020

O rácio que o Expresso parece não apreciar e a epidemia de ignorância que está a espalhar-se em Lisboa

Duas mortes por suspeita de coronavírus são investigadas em Uberaba, diz  Prefeitura | Triângulo Mineiro | G1

Espanha..........456 mil casos de coronavírus
Reino Unido....330 mil
Itália.................265 mil
França.............267 mil
Alemanha........241 mil
Bélgica.............84 mil
Portugal...........57 mil

O conhecido rigor do Expresso já comentado aqui ou aqui e também aqui achou boa ideia ilustrar um artigo contido no caderno principal publicado ontem, com números totais de Covid-19 de vários países, lista acima, onde Portugal alegadamente parecia estar menos mal do que os restantes países da amostra, quando na verdade o rácio correspondente à correcção da população, abaixo, mostra que Portugal é o terceiro pior na lista. E isso sem sequer levar em linha de conta que Portugal tem muito menos recursos hospitalares do que os outros países da lista. 

Espanha..........9702 casos/milhão de habitantes
Bélgica.............7304
Portugal...........5533
Reino Unido.....4925
Itália.................4416 
França.............3985
Alemanha........2903

Note-se que na segunda lista corrigida Portugal está muito pior do que França, país onde já se admite a possibilidade de um novo confinamento. E em Portugal parece que as coisas não estão a melhorar muito antes pelo contrário https://observador.pt/2020/08/29/covid-19-nunca-o-algarve-teve-tantos-novos-casos-num-so-dia/ 

E como se isso já não fosse suficientemente mau eis que um novo e terrível vírus começou a fazer vitimas em Lisboa (!) https://www.publico.pt/2020/08/29/sociedade/noticia/dezenas-manifestaramse-lisboa-desmascarar-portugal-1929719 os infectados possuem dois sintomas inconfundíveis, um egoísmo atroz e uma estupidez estratosférica, porém alguns poucos desses infectados apresentam vários outros sintomas, exigem o fim da proibição da condução de viaturas sem cinto de segurança, o fim da proibição de fazer chamadas ou jogar jogos no smartphone enquanto conduzem e também o fim dos limites de velocidade, nalguns casos mais agudos que já deram entrada no hospital Júlio de Matos, foram ainda registadas intrigantes exigências de natureza fiscal que passam por uma taxa única de IRS (exigência que recorde-se também consta do programa dos partidos ILiberal e Chega, não se sabendo se isso é um sinal de infecção pelo referido vírus) no valor da taxa Apple (0.005%) para patrimónios acima de mil milhões de euros, no valor de 0.1% entre mil milhões e 500 milhões de euros, 0.5% entre 500 milhões e 100 milhões,  1% para quem tenha um património entre 100 milhões e um milhão de euros, 3% para um património entre 1 milhão e 500 mil euros, 6% entre 500 mil e 100 mil euros, 12% entre 100 mil e 50 mil euros e abaixo de 50 mil euros a taxa de IRS será de 30%, o que significa que os ricos ainda continuarão a pagar muitos impostos (pois como explicam nas escolas de formação do IL e do Chega 30% de 50.000 euros é muito inferior a 0.005% de mil milhões) excepto claro quando não os pagam, o que por um estranho acaso sucede muitas vezes. 

PS - Sobre o uso de máscaras contra a Covid-19 é conveniente recordar que até o liberal The Economist o classifica não só como um acto de altruísmo mas ainda como um óptimo investimento económico




Animal welfare in USA

A imagem pode conter: texto que diz "seaworld: we care about animals also seaworld: Perez Cove Manta Turtle Reef orca tank SeaWorld San Diego South ShoresPar parking lot PeTA"

sábado, 29 de agosto de 2020

É preciso meter algumas Ordens na ordem


O Expresso traz hoje na capa do seu caderno principal uma noticia com o título "Ordens reúnem-se de urgência contra o Governo" relativamente a um artigo onde vários representantes de várias Ordens se manifestam contra propostas do PS, que visam fazer alterações ao quadro legislativo que regula a actividade das Ordens Profissionais. 

Compreende-se a preocupação de algumas Ordens, como a dos Advogados e dos Médicos, que como defendi em post anterior já deviam ter perdido o poder disciplinar por conta da forma como durante as últimas décadas muito mal o exerceram, já que Portugal não se pode dar ao luxo de ter em efectividade de funções profissionais, aqueles maus profissionais que há muito deviam ter sido expulsos dessas Ordens e que só não o foram porque aquelas duas Ordens têm há vários anos, milhares de processos disciplinares atrasados. https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/12/um-crime-com-cumplicidade-da-republica.html

Na referida peça jornalística é dito que o Bastonário da Ordem dos Engenheiros foi eleito em meados de Julho, uma afirmação estranha tendo em conta que o acto eieitoral da OE teve lugar no inicio de 2019 (entre dia 30 de janeiro e dia 9 de fevereiro) e a tomada de posse ocorreu em Março daquele ano. O Expresso conseguiu assim a proeza de não acertar no ano, nem nos meses do acto eleitoral, nem sequer no mês da tomada de posse. Um quadrúplo recorde de erros. Nada de surpreendente se recordarmos isto aqui 

PS - Não se percebe de todo que o Bastonário da Ordem dos Engenheiros não se tenha demarcado da OA e da OM e do seu péssimo desempenho disciplinar, assim permitindo que aos olhos dos Portugueses possa a OE (que entre as várias Ordens profissionais possui um dos menores rácios processo disciplinar/associado) correr o risco de ser contagiada, pela fatal má fama que aquelas duas associações têm aos olhos dos Portugueses.


Covid-19__Obesity weakens the immune system and may reduce the effectiveness of a future vaccine

individuals with obesity were more at risk for COVID19 positive, 46.0% higher for hospitalization, 113% higher for ICU admission, 74% higher for mortality...A major concern is that vaccines will be less effective for individuals with obesity. 
https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/obr.13128

PS - Does that mean Covid-19 is "putting the planet on a diet" thus helping to feed 10 billion people by 2050 while also protecting the environment?
"Global consumption of foods such as fruits and nuts would double, while the world’s appetite for red meat and sugar would be cut in half" 
https://www.nationalgeographic.com/magazine/2020/01/how-we-can-feed-ten-billion-people-without-destroying-the-environment-feature/


Figure thumbnail gr1

Covid-19__The Cloth of Gold

Calculations made by the newsweek The Economist, in page 58, show that "an American wearing a mask for a day is helping prevent a fall in GDP of $56...These economic benefits suggest that governments should do even more to nudge the minority of people who still forgo masks". https://www.economist.com/finance-and-economics/2020/08/22/why-the-economic-value-of-a-face-mask-is-5614




A "estrela" da ciência chega ao 1º lugar do pódio

Como antes não conhecia nenhum ranking em que esta estrela tivesse ocupado o 1º lugar, tenho que reconhecer que agora há pelo menos um ranking onde isso sucede, o relativo ao maior número de visualizações dos últimos 7 dias.  

O segundo lugar do pódio nesse ranking pertence a um Acórdão do Supremo sobre contratos de professores convidados e o terceiro lugar pertence às recentes felicitações do Presidente Marcelo. 


sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Profissões de desgaste rápido e as histórias da carochinha

Portas ataca “regime especialíssimo” de pensões dos juízes do TC –  Observador


Se é fácil de entender que alguém que andou algumas décadas dentro de uma mina possa antecipar a sua aposentação por velhice, sem penalização, pois não é expectável que alguém que penou fisicamente num local longe da luz do Sol e ainda por cima com poucas habilitações, vá depois fazer um curso de informática ou outro qualquer que permitisse a sua reconversão profissional, já se entende menos bem que um bailarino que trabalhou desde os 20 até os 45 anos de idade (25 anos de descontos) esteja a partir dessa idade desgastado a 100% e incapacitado para qualquer outro trabalho e vá por isso receber uma pensão sem penalização, durante 40 ou 50 anos, com uma duração muito superior ao período de descontos, no que parece ser uma bizarra forma de enriquecimento sem causa. E isso ao mesmo tempo que há inúmeras  juntas médicas a darem como aptas para o trabalho pessoas com cancro ou outras doenças incapacitantes. É por isso difícil não concluir que a lista de profissões que aparece no link acima se fica muito a dever ao poder de alguns lobbies e menos aquilo que é a realidade do desgaste de algumas profissões. 

A lista acima não está evidentemente completa, pois falta lá por exemplo a profissão de juiz do Tribunal Constitucional, que sendo duríssima, é por isso mesmo de desgaste ultra-rápido e logo consegue ganhar aos bailarinos e até aos mineiros, já que ao fim de apenas 12 anos podem os excelentíssimos senhores juízes, reformar-se com 100% do último vencimento, infâmia perdulária que ficou bem patente com a aposentação aos 42 anos de idade, com o valor de mais de 7000 euros/mês desta senhora aqui  https://tvi24.iol.pt/politica/salario/assuncao-esteves-opta-por-mais-de-7-mil-euros-de-pensao que significa que ela receberá em pensões um valor acumulado que será mais de 10 vezes superior aos descontos que efectuou,  o que também ajuda a explicar porque é que este país é o terceiro mais endividado da Europa. 

Internet of Things in the construction industry__ First scientometric review

"The study is the first scientometric review of the existing body of knowledge in the context of application of the IoT in the construction industry. Findings expose knowledge gaps in contemporary research, specifically, a broader consideration of organisational adjustments needed to accommodate the IoT usage, economic analyses and impediments to wider acceptance"


PS - Falar em primeira revisão é uma afirmação que não é muito rigorosa pois alguém escreveu qualquer coisa sobre esse assunto em 2016 https://www.elsevier.com/books/start-up-creation/pacheco-torgal/978-0-08-100546-0  e também muito recentemente há poucos meses atrás https://www.elsevier.com/books/start-up-creation/pacheco-torgal/978-0-12-819946-6




O milagre Português ?

Brazil: Fachin's list: the Odebrecht earthquake | Latin America Bureau

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/08/ministro-da-holanda-diz-que-dar.html

Ainda na sequência do post acima reproduzo abaixo um pequeno excerto do Editorial da revista Sábado desta semana:
"Só na América Latina são já 11 os países envolvidos no polvo da Odebrecht e mais de mil os politicos corrompidos...A Odebrecht está em Portugal há mais de 20 anos e relacionou-se com dezenas de politicos, mas, pelos vistos, há um milagre Português nesta matéria. O polvo não atingiu nenhum. Alguém acredita ?"



quinta-feira, 27 de agosto de 2020

O boy de Sócrates, o crime fiscal e os investigadores Portugueses

Rui Pedro Soares não responde na comissão de inquérito

https://www.publico.pt/2020/08/27/desporto/noticia/especialistas-admitem-crime-fiscal-belenenses-sad-1929404

Tendo em conta que uma investigação do jornal Público acaba de descobrir um crime fiscal de elevado montante, então mais não resta ao Governo, que mandar pagar a este jornal o mesmo subsidio que paga aos trabalhadores do fisco, no valor de 5% da cobrança. 

Coisa diferente e muito grave é ouvir o responsável pelo referido crime, um famoso boy de José Sócrates (foto acima), que entre 2005 e 2009 meteu ao bolso quase cinco milhões de euros, dizer que aquilo que foi feito é prática corrente no futebol. 

PS - A mesma edição do Público de hoje informa que os investigadores Portugueses conseguiram ganhar mais de "1020 milhões de euros de financiamento em projectos de investigação e inovação vindos do programa-quadro europeu Horizonte 2020" sendo licito perguntar, se os investigadores tivessem tido direito ao mesmo incentivo de 5% que é pago aos trabalhadores da finanças será que não teriam conseguido ganhar um valor superior ?



The Economist__Uma opção editorial pouco rigorosa

Tendo em conta que há duas semanas que neste blog não se fala do Covid-19, tudo por "culpa" dos dois rankings Shanghai 2020, o de áreas científicas e o de instituições, que foram neste blog objecto de uma atenção particular durante o mês de Agosto, ao longo de nada menos do que 13 posts, pelo que aproveito o presente post para lembrar que na edição desta semana da mesma revista acima mencionada, o Covid-19 merece uma atenção especial. 

O título da capa, abaixo, não é contudo nem feliz nem muito menos rigoroso pois faz pouco sentido dizer que os virus são estranhos que estão entre nós, porque na verdade nós próprios somos o que somos por conta de termos ADN de origem viral, como se pode ler no ensaio de 6 páginas, de que abaixo se transcreve um pequeno excerto:  

“Viruses do not just shape the human genome through natural selection, though. They also insert themselves into it. At least a twelfth of the DNA in the human genome is derived from viruses” Isto já para nem falar da importância crucial na formação da placenta através de uma proteína "inventada" pelos retrovírus. "The proteín that allows new cells to merge themselves with this layer, syncytin-1, was originally used by retroviruses to join the external membranes of their virions...



quarta-feira, 26 de agosto de 2020

S.Francisco de Assis em chamas

Jornal das 8 - 25 de agosto de 2020

Noticiou a imprensa que a Aldeia de S.Francisco de Assis assistiu ontem a um incêndio de elevadas proporções. Felizmente que o incêndio foi resolvido, sem vitimas, já por resolver continua a contaminação de uma exploração mineira excede em 2000% os limites legais na mesma localidade, algo que curiosamente nunca preocupou a imprensa. Uma solução possível seria aumentar os limites legais em 2000% para que tudo fique nos conformes !

PS - É irónico (e lamentável) assistir a uma estratégia nacional para combater os incêndios que passa em grande parte por multar idosos que não "limparam" os seus terrenos, como se as pensões rurais fossem tão gordas quanto as pensões dos funcionários do Banco de Portugal e esquecendo que mesmo que por hipótese, um dia todos esses terrenos estejam limpos, os incêndios serão cada vez piores. Talvez isso tenha alguma coisa a ver com o facto de as florestas serem combustíveis e a cada ano haver cada vez mais dias com temperaturas elevadas, sendo improvável que à medida que aumenta o número de dias com temperaturas de quase 40 ºC (há cidades na Europa onde se prevê que o número de dias de temperaturas elevadas irá duplicar a cada dez anos e outras até onde essa duplicação acontecerá quase todos os anos) que haja menos incêndios ou incêndios menos violentos. 



Bridging the gap between circular economy and climate change mitigation policies through eco-innovations and Quintuple Helix Model

https://doi.org/10.1016/j.techfore.2020.120246

Acordão__erros grosseiros em Concurso para 2 vagas de professor Associado

Universidade de Santiago - Ex-Ministra da Administração Interna ...

http://www.dgsi.pt/jtcn.nsf/89d1c0288c2dd49c802575c8003279c7/4fdbd2b8fb8bcd40802584cc003b1e80?OpenDocument

No Acórdão acima relativo a um concurso na Universidade do Porto os juizes dizem que o júri cometeu erros grosseiros. Assim sendo, porque é que sempre que um concurso é anulado por erros grosseiros do júri, não há lugar a processo disciplinar contra os jurados para apurar se os mesmos traduzem "desconhecimento das disposições legais e regulamentares" que constituem infracção disciplinar ? 

E será que a omissão que ocorre actualmente não têm levado a um aumento da reincidência dos jurados (seja em termos de erros ditos grosseiros seja mesmo em termos de viciação concursal como já denunciado por alguns poucos corajosos catedráticos) já que dificilmente se acredita que um júri se vá preocupar muito em não cometer erros grosseiros, durante um concurso se isso nem sequer têm sido punido em sede disciplinar ?

É claro que este e muitos outros Acórdãos, como aqueles referidos neste blog, só existem porque houve candidatos suficientemente corajosos para desafiarem as avaliações de júris que se julgam omniscientes, talvez porque não esqueceram aquilo que aprenderam desde cedo, que dos cobardes não reza a história. 

terça-feira, 25 de agosto de 2020

Os psicopatas que custam a Portugal 11 mil milhões de euros/ano




Em boa hora as autoridades deste país decidiram dar corda aos sapatos afim de tentar travar a ação homicida comentada no post acima. https://tvi24.iol.pt/sociedade/controlo-de-velocidade/ja-sao-conhecidas-as-localizacoes-dos-novos-radares-que-registam-a-velocidade-media  

Trata-se de uma medida que já devia ter sido colocada em prática há mais de uma década (pois as centenas de mortos e feridos anualmente nas estradas Portuguesas são o equivalente ao nosso país ser alvo todos os anos de dois atentados terroristas como aquele que aconteceu em Atocha na Espanha em 2004) e que só não o foi por conta de termos tantos politicos cobardes. 

Infelizmente porém há para aí alguns comentadores (psicopatas ou não) que não gostaram da referida medida e dizem que a mesma constitui uma violação de direitos. Por certo fazem parte do mesmo clube daquela advogada apanhada pela GNR a uma velocidade de quase 170km/h, e que mandada parar por várias vezes pelos militares que detectaram a infracção, continuou a exercer os seus direitos de acelerar à vontadinha. E nem mesmo quando aqueles chegaram ao extremo de disparar alguns tiros de aviso para o ar ela deixou de acelerar. Como castigo o tribunal aplicou-lhe uma pena suspensa, sem dúvida por conta de uma permissiva legislação, parida pelos cobardes acima referidos, já que em Portugal o máximo que a lei prevê para os casos mais graves, é uma multa e inibição de condução, enquanto na Espanha, onde não há tolerência para psicopatas, a lei prevê que os casos mais graves de velocidade excessiva sejam penalizados com pena de cadeia. 

PS - É também bastante evidente que uma viatura que se desloca a 170, 160 ou mesmo 150 km/h possui um consumo de combustível muito superior (e inerentes emissões de dióxido de carbono) ao de uma viatura que se desloca cumprindo o limite de velocidade, pelo que garantir o escrupuloso respeito por esse limite de velocidade, não só contribui para minorar o grave problema das emissões de carbono que se comentou aqui mas contribui também para a diminuição de acidentes que custam ao país muitos milhões de euros (uma dissertação defendida na Universidade do Porto em 2015 apurou o valor anual de 11 mil milhões de euros.


The passing of modern western civilization

Quarter 1 — Larsonluvshistory

"Modern western civilization reached a pinnacle in the last half of the 20th century, spending over 200 years evolving and spreading throughout the world. A robust social contract, technological advancement and pervasive economic success in the context of democracy and capitalism propelled the project. Unfortunately, two underlying pillars of past success developed intensifying negative consequences, hastening socioeconomic decline: insatiable collective wants and global population growth. The rise and decline of civilizations in history is well documented, yet oddly ignored in today’s dialogue. Contemporary civilization is assumed to be immune from forces that shaped cycles of past civilizations—that our age is somehow an exception. For the first time in human history planetary systems that seemed invisible until recently are sending us the message that our civilization is not exceptional, that there are finite limits to the thrust of humanity’s present trajectory..."

In the paper above i found especially interesting the question: "What if nations or terrorist groups turn to the use of weapons of mass destruction to achieve their objectives?" Which is is just an obvious consequence of the research led by (Krieger & Meierrieks, 2019) but also due to a basic self-defense instinct against the climate change aggression mainly caused by rich western countries, tha lead the ranking of CO2 polluters per capita 

Expresso__Juiz Desembargador escreve sobre os Juízes de aviário



No passado sábado (22 de Agosto) um artigo publicado no primeiro caderno do Expresso deu conta das preocupações de um conhecido juiz-desembargador, que se mostrou muito preocupado sobre a possibilidade de redução do tempo de estágio de juízes e procuradores, sob o título "Memórias de um juiz de aviário", onde fala da formação que recebeu no Centro de Estudos Judiciários - CEJ onde se incluíam as “motivações não jurídicas das decisões judiciais”.

Em Agosto de 2018 comentei a possibilidade que agora motivou o artigo acima da seguinte forma: "Desde logo um sistema de justiça que permite a um jovem sem qualquer experiência de vida, habilitado somente com um diploma em Direito e com o tal curso do CEJ decidir sobre a vida dos seus conterrâneos é algo cuja racionalidade a muitos muito custa digerir e quando se lê que a actual Ministra da Justiça pretende formações mais curtas para que os referidos magistrados possam entrar ainda mais cedo nos tribunais !!!! é caso para dizer que a sapiência e a prudência há muito que abandonaram estas paragens tendo sido substituídas pelo experimentalismo auto-iluminado típico de uma República das Bananas"

E nesse post inclui também um link para um documento onde se pode ler, que entre as desvantagens do nosso sistema de justiça, baseado no Direito Romano-Germânico (Civil Law) se inclui a nomeação de juízes muito jovens e a nossa Ministra da Justiça (uma das piores Ministras que já ocupou a pasta da Justiça, pois desconhece-se algo de positivo que tenha feito mas conhecem-se várias coisas negativas que protagonizou, como a não condução da PGR Joana Marques Vidal,  como esta aqui ou esta outra pouca vergonha) ainda quer juizes mais jovens ainda: 
"...In Common law countries, judges must be quite old of age and are typically selected and appointed from among veteran lawyers or legal practitioners. In Civil law countries, recently graduated, highly skilled but inexperienced lawyers are appointed to adjudicate cases in lower courts immediately after their recruitment. In Civil law states… the age limit for being a judge is 35 years old which is quite young in Common law countries"

Por este andar qualquer dia ao fim de 3 anos de licenciatura em Direito, fazem um curso rápido de 6 meses e um estágio de outros 6 e poderemos ter nos tribunais juízes com 21 anos ou até mesmo com 19 anos, no caso de sobredotados que ingressem no ensino superior com 15 anos de idade como este aqui http://g1.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/noticia/2014/02/justica-autoriza-estudante-de-15-anos-cursar-faculdade-de-direito.html  

Depois não admira que a ciência mostre que os países onde vigora a Civil Law (a tal justiça onde preferem os juízes (cada vez mais) jovens, ditos de aviário, como o nosso) são países com maiores níveis de corrupção 

PS - Por coincidência ficou-se a saber este fim de semana, através de um certo semanário, que há juízes em tribunais superiores, que alegadamente trabalham muito pouco e que em média produzem menos de dois Acórdão por mês, na sua maioria relativos a processos de baixa complexidade. Será que agora que aqueles 44 juízes que não recebem bilhetes grátis para os jogos (Ana Gomes dixit) andarão muito ocupados a ver o Benfica TV ?



segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Denunciar cobardes é preciso

"Anda a circular um video que mostra o primeiro ministro a falar com os jornalistas do Expresso, off the record, a dizer coisas sobre o caso de Reguengos que, não fosse ser off the record, poderiam ser tidas como caluniosas, difamatórias e altamente insultuosas para os profissionais a quem se dirigem. Assim, como é off the record, são só "descontextualizadas". Parece até, segundo uma nota já emitida pela redacção do Expresso, que ao sr. primeiro-ministro é devido um pedido de desculpas pela divulgação destas barbarid... digo, palavras descontextualizadas.

Mas tendo visto e ouvido, ainda que indevidamente, o infame excerto, poderemos começar a pensar em quem serão afinal os gajos cobardes, que o PM tão corajosamente denuncia, off the record, claro.

Devem ter sido os médicos e enfermeiras da USF Remo, de Reguengos de Monsaraz, que, desde que foi conhecido o primeiro caso, começaram a passar o dia no lar da fundação, a testar os utentes, a avaliá-los como podiam (e já toda a gente sabe em que condições), a compensá-los, e a alertar quem de direito para a situação infernal que ali se vivia. Esses cobardes. Isto enquanto asseguravam em simultâneo o funcionamento da USF, mesmo com metade da equipa em quarentena, segundo indicação da saúde pública. Os cobardolas.

Ou então foram os colegas (médicos, enfermeiros, secretários clínicos - todos do SNS) que asseguraram o funcionamento de um ADC criado em Reguengos especialmente para as testagens em massa no concelho, esses cobardes.

Ou os que prestaram apoio no pavilhão (e ainda há algumas coisas por dizer sobre as condições do pavilhão), em turnos de 12 horas diárias, inicialmente com o apoio das forças armadas, e depois, quando estas deixaram de ir, sozinhos. Foram médicos cobardes e enfermeiros cobardes de todo o distrito, e ainda alguns de fora. Todos do SNS, claro. Os cobardes.

Talvez sejam estes cobardes todos que, apesar das tentativas de pressão e de silenciamento, e das ameaças de processos disciplinares, não se calaram e não deixaram de denunciar as condições horríveis em que os utentes do lar estavam e em que os profissionais firam obrigados a trabalhar.

Não serão com certeza as entidades superiores que já admitiram que, mesmo quando se deslocaram ao lar, não vestiram um EPI nem estiveram junto dos utentes.

Também não devem ser os secretários de estado ou a directora geral da saúde, que quando se deslocaram à região, não foram ao lar ou ao pavilhão, ver onde e como estavam os velhos, que isso seria cobardia. Não, preferiram reunir-se corajosamente na sede da ARS em Évora, a 40 km dos velhos e dos EPIs, para concluirem que estava tudo a ser muito bem feito.

E não foi de certeza o primeiro ministro, que estava corajosamente de férias quando o escândalo rebentou. E já agora, rebentou porquê, se quem de direito já tinha concluido que toda a gente, desde o presidente da câmara à ARS, tinha feito tudo de forma exemplar? Ora, por causa da auditoria da Ordem dos Médicos, motivada pelas denúncias destes cobardes que, não só não baixaram os braços, como se recusaram a comer e calar.

Esses gajos. Esses cobardes"

O texto acima é de um médico que trabalha na ARS Alentejo, de nome João Guerra Marques, que pelos vistos ainda não sabe que quem se mete com o PS leva e quem se mete com o todo poderoso Presidente Multiplicado, leva muito mais !

O passatempo Português de deitar milhões de euros para o lixo

Invasion of the Drones

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/08/ministro-da-holanda-diz-que-dar.html

Infelizmente o problema Português não é somente aquele que foi dito por um Ministro da Holanda e comentado no post acima mas é também uma estranha atracção por deitar dinheiro para o lixo, bem patente no recente concurso com vista a adquirir 12 drones para vigiar incêndios por vários milhões de euros, que alegadamente estariam ao serviço em 1 de Julho e no fim de Agosto ainda não começaram a ser usados, mas o mais caricato é que "as condições técnicas do sistema" que ganhou o concurso só permite a utilização simultânea de três drones. Pelos vistos os outros 9 drones, que custaram milhões de euros, devem ficar apenas como suplentes ! 

PS - Ainda sobre deitar milhões ao lixo faz algum sentido que uma instituição pública (a CM do Funchal) utilize dinheiro dos impostos dos contribuintes para pagar 100 euros/hora de serviços jurídicos a uma milionária firma de advogados ? Mesmo admitindo por (absurda) hipótese que a CM do Funchal não tem advogados, o que não se acredita, não ficaria muito mais barato contratar 4 ou mesmo 5 advogados para os quadros camarários ou será que na CM do Funchal acham que o dinheiro dos contribuintes é lixo ? E com que direito é que uma instituição pública da mesma República que paga 6 euros/hora a enfermeiros têm o atrevimento de pagar 100 euros/hora a advogados privados ?


Presidente Marcelo felicita Português campeão de cuspir a maior distância



Num Planeta que vive uma emergência climática cuja gravidade está bem patente nas palavras de um catedrático da Universidade de Oxford: “Let’s get this on the table right away, without mincing words. With regard to the climate crisis, yes, it’s time to panic” 
pode haver coisa mais aberrante do que felicitar quem produziu várias toneladas de carbono sem que dessa actividade tivesse resultado alguma coisa minimamente útil, quando ainda por cima há estudos que apontam para um limite anual inferior a 2 toneladas para cada humano ? 

Entendo por isso que nesse excepcional contexto, acho muito menos grave felicitar o campeão de cuspir (ou urinar) a maior distância, do que alguém que se especializou num desporto que queima combustiveis fósseis, exactamente como em 2019 já o tinha dito relativamente ao campeão de fórmula 1, a quem apelidei de delinquente ambiental  

Neste contexto acho também pertinente revisitar emails passados onde se divulgou uma elucidativa tese de doutoramento da Universidade de Cambridge que liga desporto e guerra e a carga negativa da velocidade enquanto obstáculo à imprescindivel conexão entre a Humanidade e a Natureza. Ainda sobre prioridades profundamente erradas revisite-se também o artigo publicado há poucos dias na prestigiada revista Nature  

PS-Tendo em conta a infame displicência com que nos países ricos se produz dióxido carbono, sendo que os mais prejudicados por essas emissões são os habitantes de paises do terceiro mundo, não é de admirar que um dia destes eles mostrem (com a mesma legitimidade de quem se defende de um acto de guerra) o seu descontentamento com actos de retaliação contra esses países  https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/12/are-third-world-countries-entitled-to.html