quarta-feira, 30 de junho de 2021

terça-feira, 29 de junho de 2021

Firma especialista em acertar prémios Nobel com quase dois mil milhões de dólares de facturação

 

A tal firma que já conseguiu acertar em 59 prémios Nobel, é afinal uma máquina de fazer dinheiro com uma facturação anual de quase dois mil milhões de dólares.

Sobre prémios Nobel faz sentido recordar a questão abaixo

PS - Portugal pode há poucos dias ter ficado muito triste com a derrota frente à Bélgica mas tem hoje motivo para sorrir com a detenção do cínico Joe Berardo e do seu espertalhaço advogado, por conta de uma fraude de quase mil milhões de euros https://www.publico.pt/2021/06/29/sociedade/noticia/joe-berardo-detido-fraude-caixa-geral-depositos-1968364  É claro que a vontade de rir desaparecerá no dia em que aparecer um juiz de instrução a dizer que a referida fraude já prescreveu, exactamente da mesma forma como o juiz Ivo Rosa declarou prescritos os crimes de corrupção do Sr. Sócrates, esse grande amigo do Sr. Berardo, ambos farinha do mesmo saco. 


segunda-feira, 28 de junho de 2021

Estudo sobre o impacto marginal de uma publicação nas citações e seu efeito na remuneração dos professores universitários


"...faz algum sentido que o nosso país pague rigorosamente o mesmo, tanto a catedráticos altamente citados, como por exemplo o Miguel Seabra ou o Nuno Peres, como a um catedrático cuja obra científica se resume a publicações irrelevantes (sem impacto digno desse nome), como sucede por exemplo com o famoso catedrático Braga de Macedo ?"

A pergunta acima foi por mim colocada num post do passado mês de Maio e nesse contexto merece a pena a leitura de um artigo publicado há poucos dias na revista científica Scientometrics, que mostra que nos EUA (ao contrário de Portugal, onde há quem tenha Excelentes e suba de escalão remuneratório com pouco ou mesmo nenhum impacto) a remuneração dos professores universitários é influenciada pelo impacto da sua produção científica. https://pacheco-torgal.blogspot.com/2021/06/the-marginal-impact-of-publication-on.html

PS - Quem não se lembra do que escreveu no jornal Público um Professor Catedrático da Universidade do Porto, a propósito da avaliação de desempenho na Academia Portuguesa (a forma como ele termina o artigo é que pode não agradar a muitos pois significa adoptar um sistema similar ao que existe na Alemanha) ?



domingo, 27 de junho de 2021

The Marginal Impact of a Publication on Citations, and Its Effect on Academic Pay


Still following the post above about how young researchers can benefit from collaborations with top scientists check below a paper published three days ago that provides evidence about how citations influence academic pay meaning that working with top scientists is not just a matter of more citations but also of higher pay: 

Abstract: “There are good reasons for why academicians should care about citations to scholarly articles... a relatively high rate of citations to a scholar’s work points toward an impressive career in academe, reflecting one’s contributions to society in that part of one’s career spent engaging in research endeavors. As such, it is essential that compensation in academe is geared toward incentivizing the production of impactful research. This study introduces a straightforward approach to calculate the marginal impact of an academic publication on total citations to a scholar’s research portfolio. This variable is then included in an earnings equation, wherein it is expected to be positively related to a scholar’s real academic pay...we find that this variable is indeed positively and significantly related to a scholar’s pay, at least in the case of research-oriented higher education institutions. More specifically, we find that an increase in this variable is associated with a 2.8 to 8.9% boost in the salaries of college and university faculty” https://link.springer.com/article/10.1007/s11192-021-04073-z


Jovens Chineses copiam o modo de vida dos presos Portugueses



No site do Público de ontem havia uma curiosa noticia sobre um movimento que surgiu na China, de jovens que basicamente dormem e veem séries de televisão.  Link acima. E isso é também o que faz a maioria da população prisional Portuguesa, como hoje dá conta um artigo na página 10 do mesmo jornal Público:
"A maioria dos reclusos dorme até ao meio-dia e depois dedica-se a ver TV na respectiva cela”, refere Vítor Ilharco, alegando “que não há disciplina nas prisões” e que ter “os presos a trabalhar ou a receber formação” dá trabalho"

A noticia sobre o preguiçoso movimento dos jovens Chineses desmente a narrtiva de alguns inteligentes Portugueses que dizem que a China é quase o país das maravilhas, como o fez um catedrático do ISCTE no Observador, utilizando para o efeito os resultados nos testes PISA, esquecendo várias coisas, como por exemplo esta aqui https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/12/pisa-best-students-in-world.html ou aquilo que se pode ler num livro sobre a China:
""Do not be fooled by...OECD´s PISA ranking...the Chinese figures are...only for the better schools in the richer cities. The children of rural migrants are barred from such schools, thanks to China´s brutal hukou..."

ou como estranhamente também o fez o catedrático e Director da Nova SBE, quando disse, sem qualquer prova científica, que naquele país há um contrato tácito entre o povo Chinês e os seus dirigentes, que alegadamente consiste em "aceitar limites à liberdade de expressão" e a outras liberdades, em troca de um crescimento económico mais robusto, dessa forma esquecendo os muitos problemas internos da China como por exemplo este  https://pacheco-torgal.blogspot.com/2021/04/the-economistcruelty-is-not-accident-it_6.html

PS - A que actividade se irá dedicar um ex-recluso quando for solto se passou os últimos anos da sua vida a dormir até ao meio-dia e a ver televisão ?


sábado, 26 de junho de 2021

A massive plant capable of removing "one billion tons of CO2 from the air every year"



Still following the post above check the recent grand plan to be carried out between the UK firm Storeega and the Canadian company Carbon Engineering in Scotland: 

The plant seems most interesting the problem in my view is fourfold. First of all there´s no way a plant can remove "one billion tons of CO2 from the air every year". The article says that the plant "will remove the same amount of CO2 as around 40 million trees" but the idea that 40 million trees can absorb 1 billion tons of carbon dioxide in a single year is preposterous. A typical tree absorbs around 20 kgs of CO2 per year meaning that 40 million trees will absorb around 800 million kgs or 800.000 tons which is very different than 1 billion tons. 

Secondly, using temperatures of about 900 ºC does not seem very sustainable. Also, such big promises will send the wrong message to polluters, and finally, since Humanity is on the verge to produce 2 trillion tons during the next 50 years ("we hit our trillion-tonne limit in under 27 years. And if the trend continues beyond that time, the dark magic of exponential growth brings our planet to two trillion tonnes in 50 years") to remove all that carbon dioxide would require a colossal number of massive sequestration plants. Exactly 10.000.000.000 sequestration plants !

PS - The author of the article finally replaced 1 billion by the more modest number of 1 million both in the title and in the text but he cannot change the word billion in the link of the article


sexta-feira, 25 de junho de 2021

Contributo da Engenharia Civil para o Acordo de Paris

 


Ainda sobre o recente post acima, onde se fala da importância crucial da regulamentação do parque edificado a nível mundial, para alcançar as metas do Acordo de Paris, convém contudo não esquecer que os muitos problemas do parque edificado Português não advém da inexistência de regulamentação, vide noticia no Expresso que foi mencionada no post  https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/11/segadaes-tavaresas-6-fases-de-um.html

PS - O que porém me suscita elevada admiração é que sendo a Engenharia Civil uma área fundamental para o futuro da Humanidade face à emergência climática (além de uma das mais eficientes na criação de emprego, vide Q&A da Comissão Europeia, "our biggest job creator") que a procura desse curso esteja abaixo da procura de cursos de Direito. Tenha-se presente que em 2020, os cursos de Direito em Portugal esgotaram todas as vagas logo na primeira fase,  1406, (mais de 2000 vagas quando também se contabilizam as universidades privadas) um valor que é mais do dobro do número de alunos que escolheram o curso de Engenharia Civil. E isto logo num país onde o rácio de advogados já é 300% superior ao da França, 440% superior ao rácio da Finlândia e 500% superior ao rácio da Suécia !

 

The world needs "fast and ambitious ramp up of building codes for achieving the Paris climate agreement"




Still following the post above about the dire need to increase the energy building renovation rate in Europe by at least 100% see in the link below a recent paper accepted in the journal Technological Forecasting and Social Change that was put online this month:
“In this paper a global, long term model of building stock development is presented, impacting buildings energy consumption, which has been neglected in the global studies so far…The results give insight to where what kind of policy is the most effective, and how policy decisions carry out over time. The model is based on in depth data collection, has a transparent structure, while capturing many country level details that reflect an important regional heterogeneity. The model is validated at intermediate output level, such as construction and building stock size, as well as final output levels, such as U-value and final energy consumption. The model projections show that while globally the majority of buildings in 2050 are built after 2015, in Europe, the opposite is true. This has major consequences for policy impact of building codes…In China and Africa, on the other hand, focusing on new construction policies can be extremely effective, saving up to 43% and 64% of space heating and cooling final energy demand in 2050 respectively. In particular in China, final energy for cooling is projected to strongly increase in the decades to come… As a result, in a no policy scenario, final energy demand for space heating and cooling would almost double in the coming 30 years…Assuming an electricity emission factor of 96 g/MJ (average of SSP2 baseline results for 2050 of the 6 marker models) and standard emission factors of other fuels globally implementation of the EPDB standards (the global standards scenario) would save approximately 3 Gt per year worldwide…The objective to at least double the annual energy renovation of buildings by 2030 set by the European Green Deal is therefore timely” 


quinta-feira, 24 de junho de 2021

O Direito Penal do Amigo e a impunidade ministerial

 


Ainda na sequência do post acima, veja-se hoje na revista Sábado, o artigo do Procurador-Geral Adjunto jubilado Euclides Dâmaso, que escreve sobre as leis feitas à medida para proteger os amigos (leia-se os corruptos amigos da classe politica). Tenha-se presente que este Procurador já tinha sido mencionado neste blog duas dezes, uma no mês passado em post de título "A aldrabice que é o Direito Português e o milionário maçom que jura que nada deve" e antes disso em 18 de Setembro de 2020, quando então escrevi: 

"o Procurador-geral adjunto jubilado Euclides Dâmaso, avisa na revista Sábado que o Governo, a coberto da tal "estratégia contra a corrupção", que é pouco mais do que uma cortina de fumo, afinal ainda vai dificultar mais o combate à corrupção"

Ninguém se pode por isso admirar que mesmo depois de Portugal ter nas últimas décadas recebido uma pipa de massa em subsídios europeus (mais de 140.000 milhões de euroso nosso país ainda esteja entre os mais atrasados da Europa. E é por isso muito provável que daqui a poucos anos, depois do dinheiro da famosa bazuca ter sido gasto, Portugal continue a estar entre os países europeus mais atrasados, embora haja alguns Portugueses que nesse período verão o seu património aumentar de forma consideravel, mas a quem a justiça nada poderá fazer por conta do tal Direito Penal Amigo. 

quarta-feira, 23 de junho de 2021

In the last 20 years Europe lost 26% of the world's 100 most valuable companies

"At the start of the 21st century, 41 of the world's 100 most valuable companies were based in Europe. Today only 15 are"  https://www.economist.com/briefing/2021/06/05/once-a-corporate-heavyweight-europe-is-now-an-also-ran-can-it-recover-its-footing

When reading the statement above it almost seems that Europe is doomed. But if The Economist really wanted to show a darker picture they should have used a picture on unicorns (companies with a valuation of over 1 billion). Europe has just 12% of the world's unicorns while USA has 48%. Worse than that in what concerns the Top 10 most valuable unicorns USA has 60% and Europe has zerohttp://tesi.luiss.it/29739/1/705031_BARDUCCI_MARCO.pdf

Still, market capitalisation champions are hardly the watermark of a sustainable economy for the Type 1 Civilization that we desperately need to become as soon as possible. https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/10/the-role-of-academia-towards-type-1.html 

More likely transnational corporations that have brought us violent overconsumption, shameful inequality, and never-ending growth, are not part of the solution but instead a big part of the problem. On this issue see the book "The value of everything" that in just three years received almost 700 citations on Scholar Google  https://marianamazzucato.com/books/the-value-of-everything 

PS - Moreover, let´s not forget The Most Profitable Obsolete Technology in History with 20 billion yearly profits. Scientists create almost all the value but received zero. 

The Economist - Nos últimos 20 anos, a Europa perdeu 26% das 100 empresas mais valiosas do mundo

 

At the start of the 21st century, 41 of the world's 100 most valuable companies were based in Europe. Today only 15 are"  https://www.economist.com/briefing/2021/06/05/once-a-corporate-heavyweight-europe-is-now-an-also-ran-can-it-recover-its-footing

A catastrofista afirmação acima, retirada de um artigo deste mês da revista The Economist, quase faz pensar que a Europa está economicamente condenada ao marasmo. Mas se a The Economist quisesse realmente mostrar uma imagem mais sombria, deveria ter comentado o número de unicórnios (empresas avaliadas em mais de mil milhões), pois a Europa tem apenas 12% dos unicórnios existentes a nível mundial, enquanto os EUA têm 48%. Pior do que isso, no que diz respeito aos dez unicórnios mais valiosos do Planeta, os EUA têm 60% e a Europa tem rigorosamente zero. http://tesi.luiss.it/29739/1/705031_BARDUCCI_MARCO.pdf

Seja como for e muito embora não negando a evidência do problema não subscrevo de forma integral a tese catastrofista da The Economist, pois as tais corporações transnacionais que lideram a lista das 100 mais valiosas, em termos de "Market Capitalisation" dificilmente constituirão a marca d'água de uma economia sustentável, que é absolutamente necessária para a transição para uma Civilização do Tipo 1  https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/10/the-role-of-academia-towards-type-1.html 


terça-feira, 22 de junho de 2021

The Circularity Gap

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/09/environmental-impacts-and.html

Still following the post above check below the non-edited abstract of the introductory chapter of a book that will be published in a few months. 

"ABSTRACT: This chapter starts by reviewing crucial facts about the climate emergency, resource efficiency, and circular economy to provide a context for the contribution of alkali-activated concrete. Every year, the world economy uses more than 100,000 million tons of natural resources. Of that consumption, 67,000 million tons are transformed into atmospheric pollution or become solid waste, and only 8,400 million tons are reused, meaning that 24,600 million tons are disposed of annually. Population growth will further increase resource consumption and waste generation meaning that increasing amounts of waste reuse must be tackled. Alkali-activated concrete has utmost importance because it can recycle a high amount of industrial waste, and this is why a change in the terminology used for categorizing these materials is necessary. A system that provides visibility to the high recycling features of these materials and aids in its wide acceptance and application by the construction industry. Furthermore, when governments decide to place high taxes on the extraction of virgin raw materials (like the ones that already exist in some Nordic countries), then alkali-activated concrete mixtures can finally gain a cost-competitive advantage over Portland cement concrete-based mixtures. The chapter includes a brief review on recent alkali-activated concrete developments. An outline of the book is also included"


segunda-feira, 21 de junho de 2021

A epidemia de medo nas universidades públicas de Lisboa



Há um ano atrás um catedrático da Universidade Nova de Lisboa disse que naquela universidade os professores tinham medo de falar, vide  post cima, eis que agora também na Universidade de Lisboa há quem se queixe do mesmo:
"São professores na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL), denunciam o clima de “intimidação”, “medo” e “perseguição” que paira nos corredores da instituição e, “por isso mesmo”, não dão a cara. “Nós nem sequer sabemos se podemos falar com a comunicação social" https://onovo.pt/pais/clima-de-medo-e-limitacoes-a-liberdade-de-expressao-abalam-a-faculdade-de-direito-JA389281

Livro__Vírus, bactérias e fungos no ambiente construído


Passou um ano sobre o post no link acima, onde foi mencionado o livro que dá título ao presente post. O mesmo ficará concluído até ao fim deste mês, seguindo depois para a fase de produção e estando prevista a sua publicação para daqui a alguns meses. Capa abaixo. 





domingo, 20 de junho de 2021

Deutschland Über Alles


I must express my congratulations to Germany. Not because their football team just defeated the team of my own country because as i wrote many times in this blog i couldn´t care less about that sport:

I must express my congratulations to Germany because they just did it again. They purchased a list of tax evaders, a most wonderful thing

That is even more wonderful if we consider that in Germany a tax evasion of at least 1 million euro must face jail time. https://www.dw.com/en/large-scale-tax-evasion-will-lead-to-jail-time-german-court-rules/a-15724816

PS - Let´s not forget that in a world that cannot grow there´s only one place where we can get the money needed to sustain billions of poor people https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/12/the-new-version-of-american-dreamno.html


sábado, 19 de junho de 2021

Grande Alemanha


O objectivo deste post não é falar da droga do futebol (que o poder politico fomenta para manter os Portugueses distraídos e até ignorantes sobre a forma como nos últimos 47 anos empobreceram este país ao mesmo tempo que iam enchendo o bolso) e do facto de hoje, no Euro 2020, a selecção da Alemanha ter vencido a selecção Portuguesa por 4-2, pois neste blog o futebol tem pouca sorte, como bem se percebeu em vários posts, inclusive alguns recentes: 

O objectivo deste post é sim o de dar os parabéns à Alemanha por mais uma vez ter feito algo muito importante, que jamais em tempo algum Portugal teria coragem de fazer. Depois de em 2008 a Alemanha ter comprado uma lista com nomes de Alemães que utilizaram a Suiça para fugir ao fisco https://www.dw.com/en/germany-willing-to-pay-for-secret-swiss-bank-data/a-5196492  o implacável Governo daquele país voltou esta semana a comprar uma nova lista, pagando por ela dois milhões de euros, lista essa que contém informações sobre milhares de Alemães (e também de cidadãos de outros países) que utilizam o Dubai para fugir ao fisco:

E já se sabe na Alemanha (ao contrário de Portugal) quem é apanhado a fugir ao fisco numa quantia superior a 1 milhão de euros tem a cadeia à espera https://www.dw.com/en/large-scale-tax-evasion-will-lead-to-jail-time-german-court-rules/a-15724816

E entretanto a França já mostrou interesse em saber quem são os cidadãos Franceses cujo nome também aparece na referida lista https://www.lavoixdunord.fr/1030120/article/2021-06-18/fraude-fiscale-la-france-va-obtenir-des-donnees-que-l-allemagne-acheter-dubai Portugal é que de certeza não está interessado em saber quem são os Portugueses que lá aparecem pois no nosso país a tradição é antes a de criar perdões fiscais para essa canalha https://www.publico.pt/2021/02/06/economia/noticia/amnistias-fiscais-desvendam-6000-milhoes-ocultados-3600-contribuintes-1949563

Eu já tinha sugerido recentemente que Portugal devia subempreitar à Alemanha a caça aos corruptos Portugueses e agora sou a sugerir que Portugal também devia subempreitar á Alemanha a caça aos grandes infractores fiscais Portugueses. 

PS - Ainda relativamente ao contexto acima é bom lembrar aos esquecidos que Portugal, é agora o penúltimo país europeu em termos de valor dos vencimentos relativamente ao poder de compra e um dia destes conseguirá finalmente chegar ao último lugar, nada de surpreendente porém num país onde a classe politica sempre roubou à grande e à Portuguesa (Medina Carreira dixit) e os ricos utilizam paraísos fiscais, como o Dubai, para não pagarem impostos e isso ajuda a explicar porque é que o nosso país é um dos 10 países a nível mundial, que em percentagem do PIB, tem mais dinheiro, em paraísos fiscais https://gabriel-zucman.eu/wp-content/uploads/2017/09/ranking.jpg

Investigadores Portugueses são campeões


Abaixo os três posts que receberam mais visualizações nos últimos 30 dias, onde se constata que o post sobre um ranking de várias dezenas de investigadores altamente citados (e também alguns nada citados) ocupa o primeiro lugar do pódio: 


PS - Tendo em conta que de acordo com o semanário Expresso hoje publicado, os pilotos da TAP voltaram novamente ao palco mediático, continuando a negar que recebam salários milionários e prometendo guerra aos despedimentos, o que significa que o sindicato dos pilotos entende que os contribuintes Portugueses devem alegremente continuar a pagar o elevado salários dos pilotos da TAP, mesmo daqueles pilotos que a TAP não necessita, sou a relembrar aquele post sobre o abnegado sacrifício de um investigador  https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/12/investigador-disponivel-para-se.html



sexta-feira, 18 de junho de 2021

Nature - The authorship rows that sour scientific collaborations

 

https://www.nature.com/articles/d41586-021-01574-y

Interestingly, in the recent article published in Nature (which begins with the report of a young researcher who was forced to swallow a frog concerning the authorship of a publication) is the result of a survey of 500 articles in medical journals that points to 18% that contained co-authors who contributed zero to these publications.

Contrary to what is written in the article above, I have no illusions and, therefore, I have little hope about the efficacy of the CRediT (Contributor Roles Taxonomy) system launched in 2014. Since that system started it was not able to prevent "super-scientists" like Didier Raoult to put his name in all of his institute's publications. "Raoult's extremely high publication rate results from his "attaching his name to nearly every paper that comes out of his institute",[31] a practice that has been called "grossly unethical" by Steven Salzberg" https://en.wikipedia.org/wiki/Didier_Raoult

Below are three recent articles by the same Didier Raoult (DR), which shows that he is not only a super prolific author, with thousands of publications indexed in Scopus (only in the first five months of 2021 there are almost 100), but also that in each publication he even takes care of several tasks. Not only does he design the experiments, he also analyzes the data and contributes to the writing of the articles !!!

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1201971221002861#sec0085

Author contributions
Conceived and designed the experiments: DR, PEF, PC and PG. 
Contributed materials/analysis tools: PEF, PC, AL, CD, PG, MB, JD, LB, LP, JCL and FF. 
Analysed the data: PEF, PC, AL, PG, JD, JCL, FF and DR
Wrote the paper: PEF, PC, CD, PG and DR

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1477893921000211

Author contributions
Conceived and designed the study: PC, DR
Designed and/or performed experiments: VTH, JD, MB, LB, VB, MBK. 
Analyzed patients’ data: PG, MM, JCL. Analyzed and interpreted data: PC, AL, PG, FF, IB, RS, MM, AP, HC, MM, HTD, JCL, SM, PEF, DR
Wrote the manuscript: PC, AL, PG, FF, MM, HC, MM, HTD, JCL, PEF, DR

Credit authorship contribution statement
Conceived and designed the experiments: DR, PC. 
Contributed materials/analysis tools: MB, PEF, LH, AL, JD, LP, AP, AC, HTD, PB, CS, EA, RS, SM, IB, PC. Analyzed the data: MB, PC, DR
Wrote the paper: PC, MB, DR.

Quando as colaborações científicas azedam por conta da autoria das publicações

https://www.nature.com/articles/d41586-021-01574-y

Interessante no artigo acima (que se inicia com o relato de uma jovem investigadora que foi obrigada a engolir um sapo relacionado com a autoria de uma publicação) é desde logo o resultado de um inquérito feito sobre 500 artigos de revistas de medicina que aponta para 18% que continham co-autores que contribuíram com zero para essas publicações. 

Ao contrário do que se escreve no artigo supra eu não tenho ilusões e deposito por isso poucas esperanças no tal sistema CRediT (Contributor Roles Taxonomy) lançado em 2014 pois não foi pelo facto desse sistema ter entrado em funções que o tal "super-cientista" Didier Raoult deixou de continuar a meter o nome em todas as publicações do "seu" instituto. 

Abaixo três recentes artigos do mesmo Didier Raoult (DR), onde se constata que ele não é somente um autor super prolifico, contando com milhares de publicações indexadas na Scopus (só nos primeiros cinco meses de 2021 são quase 100), mas também que em cada publicação ele até se ocupa de várias tarefas.  Não só concebe as experiências, como analisa os dados e ainda contribui para a escrita dos artigos. De milhares de artigos !!!

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1201971221002861#sec0085

Author contributions
Conceived and designed the experiments: DR, PEF, PC and PG. 
Contributed materials/analysis tools: PEF, PC, AL, CD, PG, MB, JD, LB, LP, JCL and FF. 
Analysed the data: PEF, PC, AL, PG, JD, JCL, FF and DR
Wrote the paper: PEF, PC, CD, PG and DR

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1477893921000211

Author contributions
Conceived and designed the study: PC, DR
Designed and/or performed experiments: VTH, JD, MB, LB, VB, MBK. 
Analyzed patients’ data: PG, MM, JCL. Analyzed and interpreted data: PC, AL, PG, FF, IB, RS, MM, AP, HC, MM, HTD, JCL, SM, PEF, DR
Wrote the manuscript: PC, AL, PG, FF, MM, HC, MM, HTD, JCL, PEF, DR

Credit authorship contribution statement
Conceived and designed the experiments: DR, PC. 
Contributed materials/analysis tools: MB, PEF, LH, AL, JD, LP, AP, AC, HTD, PB, CS, EA, RS, SM, IB, PC. Analyzed the data: MB, PC, DR
Wrote the paper: PC, MB, DR.

PS - No passado mês de Abril lembrei que por conta do fenómeno de haver muitas publicações com co-autores que nada fizeram e que lá foram metidos por cunha que passou a haver uma valorização de três posições desses artigos, a primeira, a última e a de autor correspondente e a última versão da Web of Science até já disponibiliza de forma automática e publicamente, para cada investigador, as percentagens de publicações nas quais os co-autores, aparecem na primeira posição, na última posição ou como autor correspondente.


quinta-feira, 17 de junho de 2021

Será que está próximo o inicio do declínio do invencível campeão mundial ?

Abaixo a capa do livro que tinha sido mencionado no post acima e que será publicado daqui a poucos meses. O segundo editor, o catedrático Prinya Chindaprasirt é a nível mundial quem possui mais publicações sobre betões activados alcalinamente e o terceiro editor, o catedrático Togay Ozbakkaloglu, tem também uma vasta obra quer sobre esses betões quer também sobre betões baseados no tal material campeão mundial. 


quarta-feira, 16 de junho de 2021

Portugal__Uma corruptocracia de papel passado


"Quase 90% dos portugueses acredita que há corrupção no Governo...Na lista dos mais corruptos ― aos olhos dos portugueses ― estão os deputados da Assembleia da República, os banqueiros..."  https://www.publico.pt/2021/06/15/politica/noticia/quase-90-portugueses-acreditam-ha-corrupcao-governo-1966624

Reproduzo acima um pequeno extracto de um artigo hoje no jornal Público. Mas como não haveria Portugal de estar infestado pela corrupção se a conhecida Procuradora Maria José Morgado disse que no nosso país a corrupção até tem protecção legal, ou se por exemplo entre aqueles poucos apanhados, julgados e condenados por corrupção, quase 95% apanham pena suspensa ou se a pena aplicada a quem é autor de uma burla de menos de 20.000 euros (6 anos de cadeia) é rigorosamente a mesma caso a burla seja de 2 milhões de euros

Compare-se a exígua duração dessa pena, com aquilo que se passa ali na vizinha Espanha, onde há condenados por corrupção a dezenas de anos de cadeia e onde um famoso politico de nome Jordi Pujol, ex-presidente da Catalunha, que se encheu de dinheiro na politica, arrisca agora uma condenação a 25 anos na cadeia por delitos fiscais.  https://cadenaser.com/ser/2021/06/15/tribunales/1623781495_289232.html

E como é que é possível que a justiça Portuguesa consiga punir a corrupção se no famoso processo dos submarinos, em que a Alemanha foi capaz de descobrir os corruptos o Procurador Português desistiu da acusação, alegando era muito difícil provar os pagamentos aos corrompidos?  https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/11/entram-pobres-e-saem-ricos-sera.html  

PS - Será que devíamos pagar à justiça Alemã para fazer esse serviço, já que a justiça Portuguesa manifestamente não o consegue fazer ?

Deep adaptation__Changes that can prepare us for the impending collapse

 


Still following the comments about Professor Bendell mentioned in the post above, which by the way was the first post on this blog, I believe it makes all the sense to advertise Professor Bendell's recent book  https://www.wiley. com/en-us/Deep+Adaptation%3A+Navigating+the+Realities+of+Climate+Chaos-p-9781509546831


Those who have been preparing for some time are some of the super-billionaires on this planet https://onezero.medium.com/survival-of-the-richest-9ef6cddd0cc1

PS - On the subject above, see post below about human extinction or the collapse of human civilization https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/01/assessment-of-10001-publications-on.html



terça-feira, 15 de junho de 2021

Adaptação profunda__Mudanças que nos podem preparar para o colapso eminente



Ainda na sequência dos breves comentários sobre o Professor Bendell mencionados no post no link acima, que foi o primeiro post deste blog, entendo pertinente dilvugar o livro que ele publicou este mês, capa do mesmo na imagem acima https://www.wiley.com/en-us/Deep+Adaptation%3A+Navigating+the+Realities+of+Climate+Chaos-p-9781509546831

Quem já há algum tempo se anda a preparar são alguns dos super-bilionários deste planeta https://pacheco-torgal.blogspot.com/2019/09/enquanto-os-super-ricos-so-pensam-em.html

PS - Ainda sobre o tema supra relembro o post abaixo acerca de publicações relacionadas com o risco de extinção ou de colapso da civilização humana https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/01/assessment-of-10001-publications-on.html



Porque será que o assédio na Academia Portuguesa não tem consequências ?

 


Ainda na sequência do post acima sobre um caso de assédio ocorrido na Universidade do Porto, que levou a uma condenação daquela Universidade (e de professores da mesma) pelo tribunal,  não havendo porém nada que indique que tenha havido consequências internas para os professores envolvidos, veja-se no recente artigo abaixo a rapidez e a forma implacável como lá fora tratam do assunto, afastando de funções dezenas de assediadores https://www.sciencemag.org/news/2021/06/nih-removed-more-70-lab-heads-grants-after-harassment-complaints


domingo, 13 de junho de 2021

Contratação de Professores de ensino superior na Alemanha



Ainda na sequência do post acima, sobre a futura eliminação da Agregação nas universidades Alemãs, vale também a pena ver o recente artigo abaixo, sobre as especificidades da contratação de professores para o ensino superior público daquele país, tanto em universidades como em universidades de ciências aplicadas (Fachhochschule) 

Ainda sobre Agregação, ou sobre aquilo que não deveria suceder numa Agregação, convém lembrar aquela vez em que um conhecido candidato, Saldanha Sanches (casado com a Procuradora anti-corrupção Maria José Morgado) foi "chumbado", alegadamente por "por não esconder algumas opiniões menos lisonjeiras sobre alguns elementos do júri". Um dos jurados era o agora Presidente Marcelo Rebelo de Sousa https://expresso.pt/actualidade/marcelo-desmente-saldanha-sanches=f110200  e um outro membro do mesmo júri, foi aquele famoso catedrático de apelido Menezes Cordeiro, que há poucos anos, foi publicamente ridicularizado, por ter escrito coisas muito pouco catedráticas, como seja por exemplo, que as mulheres recém casadas não podem ser contratadas como modelos https://www.dn.pt/pais/homossexuais-nao-devem-vigiar-internato-de-rapazes-professor-refuta-homofobia-10090150.html 

Muito mais gratificante é porém saber que a unidade de investigação desse genial catredrático obteve muito recentemente a classificação de FRACO, tendo por isso direito a um orçamento de investigação de zero euros. Quem sabe se onde quer que esteja, o falecido Saldanha Sanches não se esteja a rir, por conta da deliciosa ironia, de um dos catedráticos que o "chumbou" foi também ele próprio "chumbado" pelos seus pares.



New Swiss Code on Scientific Integrity Wants to Punish Excessive Self-citations


It seems that the Swiss want to punish researchers who have the strange habit of extreme self-citation:
"To my knowledge, this is the first time that a code of conduct is expanded by a prestigious academic organization to include several additional dimensions of how scientific work is done, credited, recognized, cited and appropriated,” said John Ioannidis, an expert on the process of research at Stanford University who has raised the alert over extreme self-citation by scientists" https://www.insidehighered.com/news/2021/06/04/switzerland-classifies-unjustified-self-citation-violation-scientific-misconduct

However, in my view, Swiss should concentrate their efforts in trying to punish super-scientists  that produce papers even when they sleep because they do much more harm to science integrity than scientists that engage in excessive self-citations 

Novo código Suíço sobre integridade científica quer punir o excesso de auto-citações


Parece que os Suiços não querem facilitar a vida aqueles investigadores que tem o curioso hábito de se auto-citarem de forma excessiva.
"To my knowledge, this is the first time that a code of conduct is expanded by a prestigious academic organization to include several additional dimensions of how scientific work is done, credited, recognized, cited and appropriated,” said John Ioannidis, an expert on the process of research at Stanford University who has raised the alert over extreme self-citation by scientists"
https://www.insidehighered.com/news/2021/06/04/switzerland-classifies-unjustified-self-citation-violation-scientific-misconduct

Não faria porém muito mais sentido que os Suiços se preocupassem menos com uma infracção a que só recorrem cientistas pouco espertos, que é facilmente detectável e cujos efeitos são facilmente anulados de forma automatica, e se preocupassem muito mais com a falta de ética daqueles cientistas manhosos que conseguem produzir artigos mesmo quando estão a dormir

sábado, 12 de junho de 2021

A excelência científica Portuguesa (de algumas áreas) pelas ruas da amargura

 

Ainda na sequência do post acima onde se analisou o desempenho de três áreas cientificas no Top Luso-Germânico seguem abaixo mais três áreas, a Quimica, as Ciências da Terra e a Nanociência e nanotecnologia. 

Química
A universidade Portuguesa melhor classificada nesta área, a Universidade de Lisboa, não consegue aparecer entre os 16 primeiros lugares do Top Luso-Germânico. https://www.shanghairanking.com/rankings/gras/2021/RS0103

Ciências Biológicas
A universidade Portuguesa melhor classificada nesta área, a Universidade de Lisboa, não consegue aparecer entre os 17 primeiros lugares do Top Luso-Germânico https://www.shanghairanking.com/rankings/gras/2021/RS0301

Nanociência e nanotecnologia
A universidade Portuguesa melhor classificada nesta área, a Universidade de Aveiro, não consegue aparecer entre os 19 primeiros lugares do Top Luso-Germânico. https://www.shanghairanking.com/rankings/gras/2021/RS0214

Porque é que as referidas três áreas, que apesar de até terem tido mais excelentes do que a área da engenharia civil (!), não conseguem fazer o que faz a área da engenharia civil Portuguesa, que ocupa o 2º e o 3º lugar do Top Luso-Germânico ?

Curiosamente na sua persistente ignorância a imprensa continua a achar que engenharia civil é quase o mesmo que construção civil, um tema que os jornalistas não acham nada interessante, talvez porque não saibam  que no livro A Histório do Mundo do Andrew Marr está escrito que a Engenharia Civil, por via do saneamento básico, salvou mais pessoas do que a medicina, ignorância essa que explica porque é que a mesma imprensa é responsável por uma cobertura tendenciosa sobre aquilo que é feito nesta área científica. Uma pesquisa no jornal Público sobre as palavras "Engenharia civil cientistas" devolve muito pouca coisa, onde se destaca um artigo de 2019 sobre um catedrático da Universidade do Minho que ganhou uma bolsa de 3 milhões de euros e ainda velhos artigos sobre o facto de na Itália quatro cientistas terem sido condenados, por um juiz idiota, porque não foram capazes de prever a ocorrência de um sismo. https://www.publico.pt/2012/10/24/jornal/como-nasce-um-terrivel-precedente-judicial-25468017 Curiosamente se a pesquisa for feita pelas palavras "Elvira Fortunato" encontram-se dezenas de artigos e isto muito embora a sua área científica, a da nanociência e nanotecnologia seja uma das que faz bastante má figura no supracitado ranking Luso-Germânico. 

sexta-feira, 11 de junho de 2021

The risk of catastrophic climate change



Still following the catastrophic scenarios in the post above check below a recent paper published in the Elsevier journal Futures:

Highlights
• There is a risk of catastrophic climate change (CCC).
• Time for action is now very limited.
• Non-carbon fuels and energy efficiency are no longer viable solutions.
• Only deep cuts in energy use can avert CCC.

PS - Still speaking about catastrophic climate change it's worth mentioning that Peter Thomson who is currently serving as the United Nations Secretary-General's Special Envoy for the Ocean recently said that we'll bequeath a burning world to our grandchildren.